PUBLICIDADE

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Criar fanpage no Facebook


Os milhares de usuários conectados ao Facebook fazem dessa rede social uma excelente oportunidade de divulgação, sendo quase indispensável para empresas, pessoas públicas, entre outros gêneros, manterem uma fanpage para divulgarem e serem acompanhados diariamente. Pois é, mas o que muita gente não sabe é que os perfis corporativos, que inclui pessoas famosas e o comércio em geral, não se encaixam nos perfis comuns pessoais, mas sim nas fanpages, cujo processo de criação é bem semelhante.
Uma fanpage oferece mais possibilidades e opções mais compatíveis com o seu objetivo principal. Nela é possível aproveitar o efeito viral do botão “Curtir” e dos Social Plugins do Facebook, além de poder personalizá-la totalmente ao seu gosto, explorar uma infinidade de aplicativos, criá-los e ainda obter relatórios de audiência, bem como ocorre com o Google Analytics.

Criar fanpage no Facebook

Para criá-la, basta acessar a área de criação de páginas do Facebook e selecionar as opções mais adequadas em relação à área de atuação do seu negócio. A primeira escolha a ser feita será a da categoria da página, há seis tipos principais: Negócios locais e lugar; Empresa, organização e instituição; Marca ou Produto; Artista, Banda ou Figura Pública; Causa ou Tópico. Em seguida, deverá ser feita a escolha de uma subcategoria, que pode ser modificada mesmo após a criação da página.
O próximo passo será a personalização da página principal, nessa parte toda a criatividade é válida, pois uma tela de apresentação diferenciada é uma ótima maneira de recepcionar os visitantes e fãs. Alguns aplicativos são recomendados para as fanpages, o Pagemodo, que oferece uma série de layouts prontos, é um deles. O ThruSocial também dispõe de alguns modelos prontos, mas também oferece a possibilidade de criação a partir do zero. O Lujure também dá um bom suporte e conta com um sistema “clique e arraste” para criar a página. Aproveite todas as dicas dadas acima e crie a sua página através do site abaixo.

Criar fanpage no Facebook : http://www.facebook.com/pages

Dieta do Dr. Dunkan


O médico francês Pierre Dunkan, especialista em nutrição e reeducação alimentar, é o criador de métodos de dieta reconhecidos internacionalmente. De acordo com Dunkan, emagrecer é um processo complexo, muitas vezes se torna doloroso e acaba trazendo doenças devido a falta de nutrientes essenciais no cardápio consumido. Em seu método, o médico propõe um processo de emagrecimento natural, com um retorno aos alimentos fundadores da espécie humana, aqueles dos primeiros homens caçadores-coletores, as proteínas e os legumes. São no total cem alimentos, sendo 72 do mundo animal e 28 do vegetal.
A dieta é dividida em quatro fases sucessivas, que fazem parte de um programa equilibrado, adaptados às necessidades de cada indivíduo e com um acompanhamento diário, que faz toda a diferença. A primeira fase é a de ataque, rápida e fulgurante, com resultados imediatos. Durante esse período, o regime alimentar é composto de 72 alimentos, que possuem em sua composição uma grande quantidade de proteínas. A segunda fase, chamada de cruzeiro, é a que leva ao peso certo. Durante esta fase, o regime alimentar alterna dias de Proteínas alimentares mais Puras (Fases PP) e dias de Proteínas acompanhadas de 28 Legumes recomendados (Fases PL).

Dieta Dr. Dunkan

A terceira parte da dieta é a fase de consolidação de 10 dias por quilo perdido que dá início a um primeiro retorno a uma alimentação equilibrada, com o objetivo de enraizar o peso recém conquistado e ainda vulnerável. Além disso, há ainda o retorno progressivo dos alimentos prazerosos com duas refeições de gala.  A última fase é a de estabilização definitiva, baseada em três medidas simples, concretas, pouco dolorosas, mas não negociáveis. Esta é a fase mais fácil, porém mais essencial do método para o emagrecimento completo, considerando que a maioria das pessoas que segue um regime, volta a engordar e adquirem o peso perdido.
Acesse o site do Dr. Dukan, indicado a seguir, e comece hoje mesmo a sua dietawww.dietadukan.com.br/a-dieta-dukan/pierre-dukan


Endomorfo, ectomorfo ou mesomorfo? Como descobrir seu tipo físico


O tipo físico de cada pessoa é determinado geneticamente, mas características semelhantes permitem que com características seja classificado em basicamente três diferentes grupos: mesomorfo, endomorfo e ectomorfo. A maioria das pessoas não se encaixa perfeitamente em um desses grupos, mas há uma maior predominância de um deles em particular.  Preste atenção nas informações que vamos dar agora e saiba qual o seu tipo físico, e mais, fique por dentro de dicas de treinamento especiais para cada tipo.
Em geral, quem é do tipo mesomorfo, possui maior pré-disposição a ter maiores ganhos musculares, o visual é mais atlético e sarado, a boa postura é boa e o perfil, simétrico.  Esse tipo também é conhecido por ganhar massa muscular muito mais rapidamente do que a maioria das pessoas e da mesma forma podem perder gordura rapidamente seguindo uma dieta apropriada. Quanto ao treinamento, o mais indicado é o com cargas muito pesadas e feito de forma explosiva, com muita força e muita intensidade. Super sets, Drop Sets, Séries Negativas e outras técnicas avançadas e treinamento são muito úteis pois proporcionam excelentes ganhos de massa muscular.

Endomorfo, ectomorfo ou mesomorfo? Saiba qual é o seu tipo físico

Já quem possui o tipo físico endomorfo é geralmente mais pré-disposto a um maior acúmulo de gorduras e tem um visual menos definido, sendo mais difícil portanto alcançar a boa forma apenas com exercícios e dieta simples. A escolha do tipo de treino para esse perfil deve ter como base o metabolismo, sendo recomendadas técnicas como: Treinos em Circuito, Supersets e Séries compostas. Vale ressaltar que o uso de cargas muito pesadas não é recomendado, pois irá limitar o número de repetições a serem feitas.
Por fim, o ectomorfo é caracterizado por ter pernas e braços grandes, com pequena porcentagem de gordura corporal e poucos músculos, sendo difícil ganhar peso. Em geral, ectomorfos possuem um metabolismo muito rápido e queimam calorias de uma forma muito intensa. O treinamento pode focar os exercícios usando barras e halteres que são excelentes para alcançar esse objetivo. Dar um descanso de dois a três minutos entre os sets para repor os níveis de ATP e ter forças para uma nova série de exercícios pesados, é uma das valiosas dicas.


Principais alimentos para praticantes de musculação


Quem pratica musculação sabe a diferença que é manter uma alimentação bem estruturada para otimizar o ganho de massa muscular. As dietas indicadas são ricas em proteínas, visando o crescimento muscular, mas outros nutrientes também devem entrar nessa composição, uma vez que carboidratos e inúmeros minerais ajudam a trazer resultados satisfatórios para a forma física. Por isso, fique atento as dicas que vamos dar agora e saiba quais os alimentos que não podem faltar no cardápio dos praticantes de atividades físicas.
Ovos são excelentes fontes de proteínas, e devem estar presentes na dieta em questão, mais especificamente, a clara, que está livre do colesterol tão indesejado e fornece todas as proteínas necessárias.  Feijão preto também é um excelente aliado dos praticantes de musculação que precisam de mais energia para os treinos. Estudos mostram que eles liberam energia lentamente, fazendo com que se sintam dispostos durante todo o dia. Produzindo efeitos semelhantes, entra nessa lista a aveia, que é considerada uma das melhores fontes de carboidratos complexos.

Principais alimentos para praticantes de musculação

A batata doce é rica em fibras e contém carboidratos complexos de baixo índice glicêmico, que também são digeridos lentamente no organismo, evitando a elevação da insulina. O consumo desse alimento pode ser mesclado com arroz integral, macarrão integral, pão integral, cará, inhame e mandioca. Além de serem saborosas, as leguminosas – feijão, lentilhas, grão de bico e soja são ricos em fibras e uma das melhores fontes de proteínas dentre os vegetais.
Mas o grande acompanhante das refeições de body builders experientes é o peito de frango. O alimento possui baixo teor de gorduras e uma alta concentração proteica, sendo ideal quando o objetivo é reduzir a gordura corporal. Outras aves, como o peru e o avestruz também apresentam um bom teor proteico, mas por outro lado são de alto custo, o que dificulta o consumo rotineiro.


Abrir empresa no Brasil – Custo, Burocracia


O excesso de burocracia é um dos grandes fatores que atrapalham a abertura de empresas no Brasil. Além de ser caro, o processo é lento e toma bastante tempo do empresário que deseja formalizar o seu negócio, por isso muitos preferem ficar na informalidade. Pesquisas mostram que o custo médio para abertura de empresas no Brasil é R$ 2.038, variando entre um mínimo de R$ 963 na Paraíba a um máximo de R$ 3.597 em Sergipe.
Na tentativa de reduzir esse tempo de espera do empreendedor, o governo federal criou o Projeto Integrar, um cadastro unificado no qual todos os órgãos envolvidos no processo de abertura da empresa possam visualizar a documentação necessária e finalizem todas as etapas em até nove dias. Lançado em Brasília este ano, o programa já funciona em caráter experimental em alguns estados, no entanto só a partir do segundo semestre de 2013 é que veremos a efetiva redução na espera. Esse sistema já existe em outros países, conhecido como one stop shop, é bem sucedido e traz bons resultados.

Abrir empresa no Brasil - Burocracia, custo

Para quem desconhece o processo atual de abertura de uma empresa no Brasil, tudo começa com a pesquisa de nome empresarial na junta comercial e, simultaneamente, com a pesquisa de endereço e de possibilidade de exercício da atividade desejada nesse local, efetuada na prefeitura municipal. Logo após a aprovação dos quesitos iniciais, o próximo passo é a elaboração de um ato de inscrição ou de constituição da empresa. Em seguida, deve-se realizar o registro da empresa na Junta Comercial ou cartório, a inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e vai até o alvará de funcionamento. O processo pode ser diferente para empreendedores individuais, sociedades, entre outras, mas em geral todas essas etapas retardam o início das atividades empresariais. Para você que pretende registrar uma empresa, fique atento as informações e saiba mais detalhes sobre o Projeto Integrar.


Intolerância ao glúten – Sintomas, Dieta Alimentar


A doença celíaca, também chamada de intolerância ao glúten, é caracterizada por uma sensibilidade ou alergia a essa proteína que é encontrada no trigo, na cevada e no centeio.  Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a intolerância ao glúten não é um problema incomum, mas na maioria das vezes é desconhecida por quem a possui. De acordo com especialistas, o grande fator desencadeador do problema é o consumo exagerado de pães, massas, lanches e comidas prontas que leva a uma reação orgânica classificada como “alergia alimentar tardia”.
O excesso de glúten pode prejudicar a saúde como um todo, quando há uma intolerância ao componente, sintomas como: diarréia ou prisão de ventre, anemia, osteopenia, rinite, sinusite, alterações na pele, doenças autoimunes, enxaqueca, depressão, sensação de inchaço, aumento da gordura abdominal ou emagrecimento, entre outros, podem surgir. Isso ocorre porque o consumo do glúten em que possui intolerância provoca um ataque do sistema imunológico, que danifica a estrutura da mucosa do intestino delgado e impossibilita a absorção de nutrientes vitais.

Intolerância ao glúten - Sintomas, dieta

O diagnóstico é feito com exames específicos, mas é importante que todos saibam que a intolerância pode acontecer basicamente de duas maneiras distintas. Uma delas surge como uma alergia do tipo imediata, seguida de uma reação imunológica forte, nesse caso, nem seria necessária a ingestão, bastaria apenas tocar em farinha de trigo, miolo de pão. A outra forma é a doença celíaca propriamente dita, em que a predisposição genética é o principal fator envolvido e pode se manifestar em qualquer tempo e idade.
O tratamento é baseado em uma dieta isenta de glúten, mas os cereais de milho e de arroz, bem como as farinhas de arroz, mandioca, milho, fubá, fécula de batata, fécula de mandioca, polvilho doce ou azedo, leite, manteiga, queijos e derivados, são permitidos para quem sofre da doença.


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Criar fanpage no Facebook


Os milhares de usuários conectados ao Facebook fazem dessa rede social uma excelente oportunidade de divulgação, sendo quase indispensável para empresas, pessoas públicas, entre outros gêneros, manterem uma fanpage para divulgarem e serem acompanhados diariamente. Pois é, mas o que muita gente não sabe é que os perfis corporativos, que inclui pessoas famosas e o comércio em geral, não se encaixam nos perfis comuns pessoais, mas sim nas fanpages, cujo processo de criação é bem semelhante.
Uma fanpage oferece mais possibilidades e opções mais compatíveis com o seu objetivo principal. Nela é possível aproveitar o efeito viral do botão “Curtir” e dos Social Plugins do Facebook, além de poder personalizá-la totalmente ao seu gosto, explorar uma infinidade de aplicativos, criá-los e ainda obter relatórios de audiência, bem como ocorre com o Google Analytics.

Criar fanpage no Facebook

Para criá-la, basta acessar a área de criação de páginas do Facebook e selecionar as opções mais adequadas em relação à área de atuação do seu negócio. A primeira escolha a ser feita será a da categoria da página, há seis tipos principais: Negócios locais e lugar; Empresa, organização e instituição; Marca ou Produto; Artista, Banda ou Figura Pública; Causa ou Tópico. Em seguida, deverá ser feita a escolha de uma subcategoria, que pode ser modificada mesmo após a criação da página.
O próximo passo será a personalização da página principal, nessa parte toda a criatividade é válida, pois uma tela de apresentação diferenciada é uma ótima maneira de recepcionar os visitantes e fãs. Alguns aplicativos são recomendados para as fanpages, o Pagemodo, que oferece uma série de layouts prontos, é um deles. O ThruSocial também dispõe de alguns modelos prontos, mas também oferece a possibilidade de criação a partir do zero. O Lujure também dá um bom suporte e conta com um sistema “clique e arraste” para criar a página. Aproveite todas as dicas dadas acima e crie a sua página através do site abaixo.

Criar fanpage no Facebook : http://www.facebook.com/pages

Exames que os homens devem fazer


Assim como as mulheres, os homens devem obrigatoriamente realizar alguns exames específicos de acordo com a idade que possuem. Procurar um médico só quando surgem os primeiros sintomas de uma determinada doença é o maior erro que cometemos, uma vez que com a realização de exames de forma periódica e preventiva, é possível detectar o aparecimento de inúmeras doenças, principalmente as que possuem um tratamento dispendioso e prolongado.
De acordo com especialistas em saúde masculina, antes dos 20 anos de idade, os homens podem ficar mais tranqüilos, pois nessa faixa etária é raro aparecerem doenças mais sérias. Mas, os exames de rotina, que incluem sumário de sangue e urina, não são dispensáveis, principalmente para quem possui histórico de obesidade, colesterol alto e hipertensão na família. A partir dos 20, a recomendação é começar a prestar atenção ao câncer de testículo, ficando atento a qualquer alteração que possa surgir, já que não há uma maneira de prevenir esse câncer.

Exames que todos os homens devem fazer

Dos 20 aos 30 anos é preciso voltar à atenção aos exames que detectam doenças sexualmente transmissíveis, como HIV e hepatite B, pois de acordo com especialistas, mesmo que o brasileiro comece a ter relações sexuais antes dos vinte anos, é nessa década de vida que ele atinge atividade sexual plena. Depois dos 30 anos, uma gama de alterações na produção de hormônios toma conta do corpo do homem e por isso torna-se essencial que o mesmo realize exames específicos com uma maior freqüência.
Depois dos 40 anos, o ideal é que se faça uma bateria completa de exames todos os anos. Quem possui histórico de câncer na família, deve dar ainda mais importância para os exames que detectam o câncer de próstata são o PSA (sangue), o exame de toque e o ultrassom. Além disso, o homem deve estar atento a alguns sinais da doença, como dificuldade e ardência da hora de urinar.

Carboidratos simples e complexos – Diferenças, Benefícios, Alimentos


Também conhecidos como açúcares, os carboidratos fornecem energia ao nosso organismo e por isso devem fazer parte da nossa alimentação diária. Classificados como simples ou complexos, essas biomoléculas possuem características próprias e quando consumidos da forma correta, trazem inúmeros benefícios a nossa saúde.
Os carboidratos simples possuem estrutura química molecular reduzida e são mais fáceis de serem digeridos pelo organismo, isso faz com que acarreta uma rápida elevação dos níveis de glicose no sangue. Fazem parte deste grupo os monossacarídeos (frutose, glicose e galactose), os dissacarídeos (sacarose, lactose e maltose) e os oligossacarídeos (rafinose, frutooligossacarídeo, estraquiose, entre outros). A lista dos alimentos que são fontes de carboidratos simples inclui: frutas, mel, xarope de milho, leite e derivados, açúcares e vegetais.

Carboidratos simples e complexos - Diferenças, benefícios, alimentos

Os carboidratos complexos possuem uma estrutura química mais complexa, como os polissacarídeos (amido,celulose). Em razão do tamanho de sua molécula, são absorvidos lentamente, demoram a ser digeridos pelo sistema digestivo e também para entrar na corrente sanguínea, ocasionando aumento gradual da glicemia. Entre os alimentos fontes de carboidratos deste grupo, estão: arroz, batata, pão, massa e fibras. Uma das grandes vantagens dos carboidratos complexos é a existência de fibras em sua composição, que não são digeridas, auxiliando o intestino no processamento e dando volume à comida, contribuindo com a sensação de saciedade da pessoa.
Em dietas que visam à redução de peso, o ideal é que os carboidratos complexos sejam consumidos primeiramente, pois possuem mais vantagens em relação aos carboidratos simples. Como mencionado acima, eles levam mais tempo para serem digeridos e provocam uma reação diferente no açúcar do sangue, uma vez que entram na corrente sangüínea vagarosamente e portanto elevam os níveis de glicose gradativamente. Como resultado disso, os níveis de açúcar no permanecem estáveis por mais tempo, impedindo que o cérebro detecte fome por um maior período.


Massagem anti-celulite


A massagem é uma excelente aliada na redução da celulite. Quem já experimentou sabe que, uma massagem vigorosa, com creme hidratante ou óleo vegetal pode ajudar a suavizar os temidos furinhos. Abaixo você encontrará algumas técnicas de massagem anti-celulite que podem ser feitas a qualquer hora em casa. O ideal é que seja usado um produto com princípios ativos específicos para o problema. São altamente indicados aqueles que possuem em sua composição ingredientes capazes de estimular a circulação venosa e linfática, como o gingko biloba e a castanha-da-índia, ou ainda os redutores de gordura, que atuam sobre a quebra das moléculas e contém basicamente metilxantinas (cafeína, teobromina e aminofilina).
Para ter bons resultados, outros cuidados também são necessários como, por exemplo, manter a hidratação do corpo e da pele diariamente com uso regular de hidratante, boa alimentação e ingestão constante de líquidos.

Massagem anti-celulite

Comece a massagem anti-celulite pela barriga. Coloque as mãos cintura, pressione a pele e finja que está espremendo a barriga. Deixe as mãos deslizarem até que elas se encontrem no umbigo. Depois o creme que está utilizando em direção à virilha. Repita o movimento 5 vezes. Em seguida, posicione os três dedos do meio bem em cima do umbigo. Pressione e faça a massagem contornando o umbigo lentamente, em forma de espiral. O movimento deve começar curto e ir crescendo. Repita 5 vezes.
Para fazer a massagem nas pernas, apoie o pé em uma bancada e, com os dedos, aperte a pele com as mãos, do tornozelo ao joelho, como se estivesse colocando uma meia calça. Depois faça a massagem desde a coxa até o bumbum e a virilha. Repita 12 vezes. Na região do bumbum, use os três dedos do meio para encontrar exatamente a dobrinha. Depois faça uma pressão moderada com os dedos indicador e médio e suba-os devagar, até chegar perto da cintura. Repita 8 vezes.



Em quantos anos o carro deve ser trocado para não perder valor


Manter um carro por mais tempo ou trocá-lo por um mais novo, é uma das grandes dúvidas de quem pensa na desvalorização que o automóvel sofre com o tempo e nos gastos que surgem com a manutenção. Mas, é preciso ter cautela e analisar diversos fatores antes de investir em um novo veículo.  De acordo com economistas, quanto mais tempo o proprietário ficar com o carro, mais estará aproveitando o investimento feito. Assim, se permanece cinco anos com um carro que não exige grande manutenção, o proprietário já terá aproveitado mais do investimento do que aquela pessoa que o vendeu com um ano de uso.
Pois é, apesar de não haver um tempo determinado para trocar o seu automóvel, a sugestão é que o proprietário comece a pensar em trocar de carro assim que atingir os 60 mil quilômetros. Quem usa muito o carro certamente já terá atingido essa marca logo no primeiro ano de uso, então, vale a pena começar a pensar em trocar de automóvel. Já quem não usa tanto o veículo poderá chegar aos sessenta mil quilômetros em seis anos. A marca é citada como referência, pois a partir de tal quilometragem, o carro começa a dar problemas freqüentes e o custo da manutenção passa a ser maior. Os pneus já mostram sinais de desgastes, será preciso trocar os amortecedores, a correia dentada, e outras peças. Por isso, esse é considerado um bom momento para a troca.

Em quantos anos o carro deve ser trocado para não perder valor

Em todo caso, independente da quilometragem atingida, se o carro atende às suas necessidades e não exige grandes desembolsos, não há motivos para a troca. Em relação à desvalorização de mercado, esse fator não influencia tanto quanto os gastos que terá para adquirir um novo bem e que não estão diretamente relacionados ao veículo. Em média, no primeiro ano o carro desvaloriza de 15% a 20%, frente ao preço de compra. No ano seguinte, desvaloriza mais 10%, aproximadamente. Nos próximos anos, a desvalorização tende a ser ainda menor. Mas, se você não atingiu a marca dos sessenta mil km no primeiro ano, não há porque trocar de carro pensando apenas na desvalorização de mercado.


Exercícios para controlar o estresse


Dá um tempo do trabalho, passear, dormir por mais tempo, conversar e se distrair com amigos são algumas das soluções para aliviar o estresse. No entanto, basta voltar ao trabalho ou faculdade para sentir novamente todos os efeitos do aumento da tensão psicológica sobre o corpo.  De acordo com especialistas, em momentos de estresse, todo o corpo fica em alerta, pronto para o ataque, daí surgem o mau humor, a tensão muscular, a pressa, falta de atenção, dentre outros sintomas que atrapalham o desempenho profissional e educacional.
A prática de atividades físicas regulares tem sido uma das grandes aliadas contra o estresse, isso porque a oxigenação do sangue conseguida com o exercício ajuda a ativar os neurotransmissores, substâncias que ajudam a tranquilizar e dar prazer, como a serotonina, a endorfina e a dopamina.  Assim, a atividade física funciona como um agente de liberação da tensão, devendo ser realizado diariamente por quem enfrenta dias difíceis e corridos em casa ou no trabalho.
Os exercícios mais indicados são os aeróbios como: natação, caminhada, corrida, andar de bicicleta, além de outros mais específicos que também promovem um relaxamento. Selecionamos alguns exercícios que ajudam a combater o estresse do dia a dia, leia atentamente as informações abaixo e faça os movimentos da forma indicada em casa ou no trabalho.

Exercícios para controlar o estresse

Exercícios relaxantes

- Sente-se com a coluna ereta e com as pontas dos polegares faça uma pressão suave na linha ao longo da base da nuca, do centro para as laterais). Pressione a região por 3 segundos em cada ponto, relaxe e repita por 3 vezes.
- Ainda sentado, com a coluna ereta, segure os ombros e faça movimentos firmes como se os estivesse amassando. A mão direita amassa a musculatura do ombro esquerdo e vice-versa. Massageie por 15 segundos, pare, faça o lado oposto. Repita por 3 vezes cada lado.
- Segure com firmeza os músculos dos dois ombros e aperte. Inspire e gire somente a cabeça, lentamente para o lado esquerdo, e siga girando, tentando enxergar o que está exatamente atrás de você.
- Repita o movimento, porém girando agora a cabeça 180 graus para a direita. Inspire quando gira para trás e expira quando retorna à posição inicial. Faça o giro completo por 3 vezes, ou seja, e vezes para a esquerda e 3 vezes para a direita.
Na mesma posição, com a mão esquerda segure em torno do pulso direito. Inicie com uma pressão suave em volta do punho e vá subindo com esse trabalho de compressão ao longo de todo o braço até atingir o bíceps. Repita por 3 vezes, no mínimo, em cada braço.
- Em seguida, deite-se em uma superfície confortável como uma cama ou colchonete e com a mão em concha faça movimentos circulares, no sentido horário, em todo o abdome. Este exercício também pode ser realizado opcionalmente de pé. Faça por 2 minutos ou mais.



Como calcular BF – Calculadora BF online


Quando se está acima do peso, a principal preocupação é conseguir chegar a faixa de peso considerada ideal, mas a maioria das pessoas desconhece quantos quilos de massa magra e gordura ou quantos litros de água o seu corpo possui naquele momento. O BF – Body Fat é o valor que corresponde ao percentual de gordura corporal, em outras palavras, a quantidade de gordura que o seu corpo tem. Assim, se você tem 80 quilos e o seu BF é de 15%, isso significa que seu corpo tem 12 quilos de gordura e 68 quilos de massa magra, que inclui músculos, orgãos, sangue, entre outros.
A medição de gordura corporal é reconhecida como um método mais eficaz de análise da perda de peso e serve como base para quem ainda vai entrar nessa briga, uma vez que mostra quanto de gordura deve-se perder. Existem algumas calculadoras online que informam o BF de cada pessoa, basta informar o peso, a altura e a medida da circunferência da cintura. Mas, existem alguns métodos de medição mais específicos, como a bioimpedância, calorimetria e antropometria. Todos utilizam aparelhos que medem o percentual de gordura, o peso da gordura corporal, o peso da massa magra, a taxa metabólico basal, que é a quantidade calórica que o corpo utiliza, durante o repouso, para o funcionamento de todos os órgãos, e o total de água do corpo.

Como calcular BF - Calculadoras

Em todo caso, devemos ter em mente que uma determinada quantidade de gordura é essencial para o organismo desempenhar funções vitais. Por isso, uma pessoa nunca poderá acabar com toda gordura do corpo, mas apenas reduzir o percentual para que o corpo fique com formas torneadas e os músculos comecem a aparecer. Daí a importância de acompanhar o nível do BF e ter um maior controle sobre a quantidade de gordura no organismo.
Em média, são considerados saudáveis BF de 6% e 25% para homens e 12% a 31% para mulheres. Porém, o American College of Sports Medicine classifica como ideais os seguintes percentuais de gordura corporal por faixa etária:

-  De 18 a 29 anos
Homens: 14%
Mulheres: 19%

- De 30 a 39 anos
Homens: 16%
Mulheres: 21%

- De 40 a 49 anos
Homens: 17%
Mulheres: 22%

- De 50 a 59 anos
Homens: 18%
Mulheres: 23%

- Acima de 60 anos
Homens: 21%
Mulheres: 26%

Acesse o site abaixo e calcule o seu percentual de gordura corporal.

Site: http://www.corpoperfeito.com.br/calcularbf/

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Exames que todas as mulheres devem fazer

Ginecologistas recomendam que todas as mulheres sempre façam exames de rotina, mesmo que estejam se sentindo saudáveis, pois com a investigação preventiva é possível rastrear certos cânceres e outras doenças que são mais frequentes em determinadas faixas etárias ou que podem aparecer de forma precoce.
Pois é, a lista de exames específicos para as mulheres incluem: Papanicolau, que verifica infecções e alterações nas células do colo do útero, além de infecções por fungos, herpes ou verrugas no órgão genital feminino e deve ser feito anualmente um ano depois do início da atividade sexual; ultrassom transvaginal, que tem como objetivo detectar doenças ginecológicas como cistos no ovário, miomas e tumores, além de prevenir ou detectar câncer de endométrio e ovário, devendo ser realizado anualmente a partir dos 40 anos, ou antes, a depender de fatores de risco como infecções ou vida sexual promíscua; mamografia, exame de avaliação das mamas feito por raio-X, que deve ser realizado uma vez por ano após os 40 anos de idade, com o objetivo de prevenir ou detectar o câncer de mama; densitometria óssea, exame que mede a densidade dos ossos e a possível perda de massa óssea, além de prevenir ou detectar a osteoporose, devendo ser feito anualmente após a menopausa.

Exames que todas as mulheres devem fazer

A partir dos vinte anos, as mulheres que já mantém relações sexuais devem realizar rotineiramente o exame Papanicolau, além de outros conforme recomendação médica, como o ultrassom pélvico transvaginal e de mamas, colposcopia, vulvoscopia, captura hibrida e exames de sangue. A partir dos trinta anos os exames indispensáveis são a colpocitologia oncótica, colposcopia e ultrassonografia, que devem ser de rotina. Outros como a mamografia e a densitometria óssea, deverão ser realizados se houverem sintomas específicos ou histórico de doenças, detectáveis através desses exames, na família.  A partir dos quarenta, mamografia, exames cardiológicos e Hipotireoidismo são os mais importante. Dos cinqüenta em diante devem ser feitos com a freqüência determinada pelo médico: densitometria óssea, exames cardiológicos, mamografia, Papanicolau e exames de sangue.

Check-up médico em animais de estimação – Exames, Frequência

Animais de estimação também devem passar por um check-up médico com certa freqüência, de acordo com veterinários, o acompanhamento preventivo, principalmente após os cinco anos quando entram na meia idade e algumas doenças tendem a se manifestar, são de fundamental importância. O check-up permite detectar com antecedência inúmeras doenças, incluindo disfunções cardíacas, ósseas, câncer e diversos outros problemas que são tratados com mais êxito quando diagnosticado precocemente.
Em cães e gatos esse check-up é composto por consulta médica, hemograma e exame de urina, entre outros exames mais específicos quando necessário.. Durante o exame clínico, o veterinário irá verificar alterações na pele, tipos de alergia, olhos, orelhas, mucosas e inclusive a boca, para analisar a situação dos dentes, detalhe que merece atenção na investigação médica. Apesar de ser frequentemente desconsiderada por muitos donos, a saúde dental do animal é muito importante, pois na boca proliferam bactérias que criam as placas bacterianas, o tártaro e podem provocar doenças em outros órgãos, como o coração, fígado e rins.

Check-up médico em animais de estimação - Exames, frequência

O hemograma é rotineiro, com ele é possível detectar anemia e outras deficiências no sangue, além de mostrar como está o sistema imunológico do animal. A quantidade de leucócitos revela se há alguma infecção, que muitas vezes não é diagnosticada em um exame clínico. Exames específicos podem ser solicitados caso alguns sintomas precisem ser esclarecidos, como é o caso da ultrassonografia, que não faz parte dos exames solicitados em todo check-up, mas pode detectar pequenos tumores internos que não são sentidos com a palpação, além de problemas em diversos órgãos, como rim, fígado, baço, bexiga e pâncreas.
Em relação à frequência com que deve ser realizado o check-up, devemos considerar alguns fatores como raça, tamanho e predisposição. Assim, cães de pequeno e médio porte devem passar pelo acompanhamento clínico uma vez ao ano, já os animais de porte grande ou gigante devem repetir os exames a cada seis meses.

Escurecimento das axilas – Causas, Prevenção, Remover

O escurecimento das axilas pode estar associado a uma série de fatores que incluem: alterações hormonais, atrito da pele com a roupa, alergias, irritações, reação a substâncias presente nos desodorantes, depilação com lâmina ou  irritação decorrente de cremes. Pois é, mas o que é temido por muitas mulheres pode ser muito difícil de ser revertido, principalmente se o tratamento só for iniciado muito tempo depois do início das manchas.
Mulheres que estão acima do peso ou que possuem a pele morena têm maior facilidade de apresentar o problema. Isso acontece porque o excesso de peso causa maior atrito e mais irritação, da mesma forma que a pele morena, que já têm a tonalidade naturalmente mais escura e tendem a hiperpigmentar mais, ficando com manchas ainda mais escuras do que as pessoas de pele clara.

Escurecimento das axilas - Causas, prevenção

Uma das causas para a qual poucas mulheres estão atentas é o atrito da pele com a roupa quando nos movemos, que provoca irritação, sensação de ardor, formação de bolhas e hiperpigmentação, já que , para se proteger desse atrito, a pele fica mais espessa na região e tende a escurecer.  Isso acontece principalmente com tecidos sintéticos, como: viscose, raion, acetato, poliéster, acrílico e nylon. Outra causa que leva ao escurecimento pelo mesmo princípio é a depilação com lâmina. De acordo com especialistas, a lâmina, sobretudo se usada a seco, provoca atrito e leva ao escurecimento da região, já que o atrito excessivo estimula a produção de melanina na região como forma de defesa.
O melhor remédio é sempre a prevenção, mas para quem já apresenta os primeiros sinais de escurecimento o ideal é evitar o uso de cremes ou desodorantes a base de álcool, optar por depilação feita com cera ou a laser, usar cremes específicos para o seu tipo de pele e hidratar bastante a região. Além disso, deve-se dar preferência a roupas leves e menos coladas ao corpo, e nunca sair de casa sem protetor solar.


Remover tatuagem – Preço das sessões

Há algum tempo atrás, arrepender-se de ter feito uma tatuagem era um grande transtorno, pois não existiam métodos capazes de remover totalmente o que estava marcado sobre a pele. Pois é, mas hoje, com os avanços da tecnologia de micro-processamento temos tratamentos eficientes para a remoção de uma tatuagem. Existem vários métodos para a remoção eficiente, entretanto, a terapia com Laser é a mais eficiente de todas.
O método é seguro e seletivo, atingindo somente o pigmento da tatuagem, sem prejudicar a pele ao redor. Ao atingir a pele tatuada, os pigmentos desta absorvem seletivamente a luz do laser e fragmentam-se em micropartículas que serão ao longo de algumas semanas eliminadas pelo sistema linfático.
A quantidade de sessões depende de alguns fatores: tamanho, localização, profundidade, tempo e cores da tatuagem. Recomenda-se que as sessões sejam realizadas com intervalos de 4 a 6 semanas para permitir que o organismo remova a quantidade máxima dos pigmentos que foram fragmentados. A duração de cada sessão pode chegar até vinte minutos, podendo durar mais, dependendo do tamanho da tatuagem. Depois das aplicações, a pele poderá apresentar uma descoloração branca e a área ao redor da tatuagem poderá ficar avermelhada e um pouco inchada, mas esse resultado é normal e desaparecerá lentamente com o passar de algumas horas.

Remover tatuagem - Preço, sessões

Assim como todo tratamento com Laser, podem surgir alguns efeitos colaterais. No caso da remoção de tatuagens, pode ocorrer Hipocromia, uma espécie de branqueamento da pele. Mas, a tonalidade normal da pele pode retornar num período de seis a doze meses após a última sessão de tratamento. Deve-se considerar ainda que, como a tinta utilizada na tatuagem não é padronizada, algumas pessoas podem apresentar apenas um clareamento parcial, mesmo após várias sessões de laser.
Quanto aos preços, estes variam de acordo com o tamanho da tatuagem e consequentemente, do número de sessões que serão necessárias para removê-las. Em geral, bons profissionais cobram de R$300 a R$600 por sessão.


Acabar com as caspas

O processo de descamação da pele do couro cabeludo, conhecido clinicamente como dermatite seborréica, e popularmente como caspa, causa coceira, irritação, descamação e deixa os fios sempre sujos e malcuidados.  Infelizmente, de acordo com dermatologistas, não há cura para o problema, mas é possível controlá-lo e deixar os seus cabelos mais saudáveis.
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a caspa não é apenas influenciada pela falta de higienização, mas também por causas genéticas e alterações hormonais que aumentam a oleosidade do couro cabeludo.  Além disso, alguns fatores pioram significativamente a caspa como: estresse, variações de temperatura – como o ar frio e seco, e uma alimentação rica em gorduras ou em carboidratos refinados, como arroz, macarrão e pão branco.

Acabar com as caspas

Algumas dicas são indispensáveis para controlar as caspas, a começar pela lavagem dos fios. O ideal é lavar o cabelo todos os dias, principalmente se houver oleosidade excessiva ou o couro cabeludo tiver um quadro inflamatório. Nesse último caso, deve-se ainda evitar tinturas e alisamentos, que irritam ainda mais a raiz do cabelo.  Recomenda-se ainda o uso de água morna ou fria, pois a água um pouco mais quente agravará o ressecamento. Deve-se evitar ficar com o cabelo úmido por muito tempo e usar sempre um xampu específico para tratar a caspa, no mínimo três vezes por semana.
Mas, fique atento pois nem todos os xampus anticaspa são eficientes, dê preferência àqueles que possuem sulfeto de selênio, ciclopirox olamina ou cetoconazol na sua composição. Os melhores xampus também já trazem ativos hidratantes para evitar o ressecamento, mas ainda assim, recomenda-se apenas o uso de uma quantidade equivalente a uma moeda de 1 real, para cabelo comprido. Se todos esses cuidados, inclusive o uso do xampu anticaspa não forem suficientes para diminuir o problema, consulte o seu dermatologista, que poderá indicar a aplicação de loções especiais ou, em casos mais graves, até um remédio via oral.

Cabelos sem brilho – Dicas, o que fazer

Cabelos opacos e sem brilho? Saiba agora o que fazer para deixar os seus fios mais brilhosos e saudáveis. Pois é, com as dicas dadas abaixo, você aprenderá que é possível dar mais vida as suas madeixas mesmo sem usar produtos e tratamentos caros.
É claro que, com produtos especiais e que garantem uma maior definição de brilho, os resultados podem ser ainda mais duradouros, entretanto, com pequenas atitudes você poderá melhorar bastante a situação dos seus fios. Para começar, você deve saber que a água quente abre as cutículas, pequenas escamas que recobrem a fibra capilar, portanto, prefira banho morno e no último enxágue, depois do creme condicionante, use água fria. Na hora de pentear, uma dica que também faz toda a diferença é usar uma escova de cerdas naturais, como pelo de javali, que ajuda a selar a cutícula.

Cabelos sem brilho - Dicas, o que fazer

A hidratação é indispensável para manter o brilho, principalmente em cabelos crespos, nos quais deve ser feita três vezes por semana em casa e uma vez por mês no salão, onde são utilizados tratamentos de revitalização, como o banho de queratina, aplicado nos fios com a ajuda do calor da chapinha para que a substância penetre melhor.  Para quem não vive sem o secador, a dica é optar por um modelo com íons, pois as cutículas fecham com os íons positivos. Além disso, depois de secar, um jato de ar frio ajudará a fazer com que o cabelo ganhe ainda mais luz.
Na hora de escolher um produto para realizar a hidratação, dê preferência àqueles que possuem manteiga de Karitê, proteína hidrolisada, ceramidas, colágeno e óleo vegetal na composição, pois esses ativos devolvem a umidade e a maciez. Além disso, vale a pena apostar também em uma alimentação mais saudável, rica em frutas e verduras que contribuem diretamente para a beleza dos fios.


O rendimento da poupança aumentou

O rendimento da caderneta de poupança tem sido beneficiado com as novas regras que a deixam vinculada aos juros básico da economia, tornando-se ainda mais vantajosa para pequenos investidores que preferem aplicações em curto prazo e com fins específicos, como para poupar recursos e entrar em outras aplicações com um valor mais alto e obter melhores custos.
Pois é, de acordo com economistas, em termos proporcionais, quando a poupança apresenta bons resultados mesmo quando rende 70% da Selic. Ainda não é, e por um bom tempo não será, uma grande aplicação para multiplicação de patrimônio, no entanto, apesar de aparentemente render menos, esta é a melhor poupança de todas, chegando a ganhar de muitos fundos de renda fixa.

O rendimento da poupança aumentou

Comparando-a com outras modalidades de investimento, economistas afirmam que a poupança ficou mais vantajosa em alguns cenários com a queda da Selic, uma vez que esta também prejudica o rendimento de outras aplicações em renda fixa que têm sua rentabilidade indexada a essa taxa.  Deve-se considerar que os investimentos em fundos DI e as Letras Financeiras do Tesouro (LFT), a depender da taxa de administração cobrada, podem perder em rentabilidade para a poupança, assim como os Certificados de Depósitos Bancários (CDBs), que não remuneram acima de 90% do CDI. Além disso, a poupança não tem taxa de administração e é isenta de Imposto de Renda.
Atualmente, com a taxa Selic a 7,5%, a nova poupança tem um rendimento de 2,57% em um prazo de seis meses, superando por pouco a rentabilidade de um CDB de bancos grandes, que costumam remunerar a 90% do CDI e renderiam neste prazo 2,56%. Mas, para um investimento para a previdência, por exemplo, a poupança não seria a melhor opção, uma vez que outras aplicações podem trazer mais retornos em longo prazo.  Por outro lado, é ideal para quem quer poupar dinheiro para um investimento ou ter uma reserva de valor disponível para ser usada em emergências.