PUBLICIDADE

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Estações do ano na Europa – Datas, Melhor época para viajar

As estações do ano na Europa possuem características bem distintas, sendo possível diferenciá-las perfeitamente, determinando o período em que começam e que terminam com precisão. A depender da localização, algumas estações mostram-se mais amenas em alguns países quando comparados a outros em que a natureza capricha em cada detalhe. Quer conhecer um pouco mais das estações do ano européias, preste bastante atenção nas informações que vamos dar agora e saiba como encontrará o continente no período em que for visitar algum de seus países.
Entre os meses de Dezembro e Março, a estação predominante é o Inverno, época mais barata para quem deseja viajar para Europa, com exceção do período das festas de final de ano. Para quem tem vontade de curtir verdadeiramente o inverno europeu, os países mais indicados são Suíça e Áustria com suas agitadas estações de esqui. A Primavera surge de Março a Junho, durante esses meses toda a Europa começa a florescer e a temperatura esquenta, é a época dos grandes festivais e os preços ainda estão baixos, para aproveitar bem essa estação a dica é passear pela Grécia, Espanha e França.



De Junho a Setembro o Verão toma conta do continente, os dias quentes são agitados e milhares de turistas visitam a Europa, pois também coincide com o verão americano e por isso tudo fica mais caro principalmente nos destinos mais procurados. Os melhores países para tentar fugir dos preços altos e aproveitar o verão incluem países como a Rússia, Noruega, Holanda e Finlândia.
A partir de Setembro e até Dezembro o Outono chega e a temperatura começa a cair novamente, as folhagens deixam o verde e começam a adquirir novas tonalidades, a agitação de turismo diminui e os preços voltam ao patamares baixos. Os países indicados para curtir essa estação são Alemanha, Reino Unido e Portugal.

Aplicativos para ligar de graça no Android e iPhone

Quer usar a internet para fazer ligações sem pagar? Pois é, inúmeros aplicativos oferecem essa modalidade e têm chamado a atenção de muita gente que quer economizar os créditos e aproveitar tudo o que esses programas oferecem estando conectado. Conheça agora alguns desses aplicativos e saiba como fazer ligações de graça.
O Talky permite que os seus usuários façam chamadas gratuitas, além de ligações para fixos e celulares. Com ele, é possível conversar com pessoas do mundo através do seu smartphone, computador ou tablet.  Para usá-lo é necessário fazer um cadastro, respondendo a algumas perguntas pessoais. Um link que envia um SMS para seu celular com um código para ativar a sua conta será enviado para o seu email pessoal. Após a conclusão do cadastro você receberá gratuitamente 30 minutos de ligações para números fixos de qualquer lugar para o mundo.

Aplicativos para ligar de graça - Android, iPhone

O Fring também tem sido bastante utilizado para realizar chamadas e não pagar nada por isso. O aplicativo pode ser utilizado em plataformas como iPhone, Windows Mobile, Android e Symbian, permitindo que os usuários conversem com todos os seus contatos do MSN, GTalk e Skype através do smartphone, seja por 3G ou por Wi-Fi. O Skype é um dos aplicativos para esse fim mais populares, podendo ser usado em smartphones independente do seu sistema operacional.  O programa  permite fazer ligações ligar para qualquer amigo que também tenha uma conta no programa e esteja em um smartphone ou no PC, lembrando que as ligações só serão gratuitas entre contas Skype e, caso você tente ligar para um número fixo ou outro celular, o usuário deverá pagar por isso.
Para usuários de iPhone e aparelhos com Android, outra opção é o Viber, ele faz ligações gratuitas, desde que os dois contatos pessoas tenham o aplicativo instalado. O aplicativo não usa nomes de usuários ou apelidos, mas sim o número de telefone como identificador. Ele reconhece automaticamente os contatos que são cadastrados no sistema e avisa quando alguém tentou entrar em contato enquanto você estava offline.

Shampoo com ou sem sal – Diferenças, Benefícios

Preservar os fios, evita o ressecamento e deixá-os mais bonitos e saudáveis. Essas são algumas das promessas feitas pelos fabricantes de shampoo sem sal, que tentam conquistar cada vez mais a clientela. Pois é, mas o que muitas gente não sabe é que o sal que é normalmente utilizado na composição do shampoo serve apenas para deixá-lo com uma consistência mais espessa, e não provoca nenhum um tipo de alteração no fio capilar. Só tem o poder de danificar a cutícula dos fios se estiver em uma concentração muito alta, o que não acontece com esses cosméticos.
Por outro lado, há profissionais que afirmam que a versão com sal desidrata os fios, deixando- os secos e sem brilho e maciez, uma vez que o sal presente em sua composição ficaria depositado na superfície do couro cabeludo e os microcristais do mineral, seriam responsáveis por potencializar a ação negativa dos raios ultravioleta. Mas, de acordo com Departamento de Cabelos da Sociedade Brasileira de Dermatologia isso só ocorre em concentrações bastante elevadas.

Shampoo com ou sem sal - Diferenças, benefícios

O que acontece é que a ideia de que o shampoo com sal resseca o cabelo está associada aos efeitos da água do mar, que possui quantidades elevadas de sal. Além disso, devemos considerar ainda que  a nomenclatura “sem sal” é mais estratégia de marketing do que qualquer outra coisa, uma vez que sempre há pequenos percentuais de cloreto de sódio presentes nas formulações, que variam de 0,2 a 0,6%, mas que não interferem tanto na lavagem.
Em todo caso, independentemente de o produto ter ou não sal, o mais importante é que seja de qualidade para que deixe os cabelos permaneçam mais saudáveis. Outros fatores são mais importantes do que a presença ou não do sal no shampoo, uma lavagem feita com água em temperatura de morna a fria, massageando delicadamente o couro cabeludo e os cabelos, usar um bom condicionador apenas no comprimento dos fios e deixar que os fios sequem naturalmente, são alguns deles.

Investir para comprar um imóvel

Quer comprar um imóvel e não sabe em que investir para garantir a renda necessária para essa aquisição? Pois é, de acordo com economistas, cada vez mais brasileiros tentam adquirir um imóvel próprio, para uso pessoal ou com objetivo de ter uma renda extra, com os lucros que são gerados através de investimentos. Mas, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como melhor aplicar um capital para que o mesmo renda a quantia esperada.
Em todo caso, a investir para comprar um imóvel deve ser uma ação bem planejada, avaliando todos os riscos e benefícios das formas de investimentos mais acessíveis do mercado financeiro. Assim, o investidor deve antes de mais nada, saber que independente do investimento escolhido, isso exigirá um  tempo e bastante disciplina nas aplicações. A primeira dica dada por quem entende do assunto é fugir das aplicações na poupança, pois apesar de ser seguro, não estar vinculado ao pagamento de Imposto de Renda, não ter cobrança de taxas de administração e nos dá uma noção exata do quanto o seu dinheiro aplicado render, há outros investimento bem mais eficientes para o propósito em questão. Um deles é o investimento em Fundos de Renda Fixa com taxa de administração inferior a 1% ao ano, que possui baixo risco de crédito e rentabilidades superiores ao anterior.

Investir para comprar um imóvel

Outra boa alternativa é investir em fundos multimercados de gestoras especializadas, que possuam histórico de rentabilidade superior a 115% do CDI ao ano, e com boa estimativa de seus ativos. Vale lembrar o quão importante é ler atentamente o prospecto e o regulamento dos fundos multimercados, especialmente no item em que define se o fundo pode utilizar alavancagem em sua gestão, pois ao utilizar alavancagem, o fundo pode incorrer em perdas superiores que o montante depositado, podendo gerar a seus clientes perdas significativas de seu investimento inicial.

Cuidado com os pés – Óleos e Cremes

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os pés precisam sim de um tratamento especial, que inclui esfoliação, hidratação, além dos cuidados e higienização básicos com as unhas, que devem ser feitos no mínimo uma vez por semana. Para quem usa sapato fechado com freqüência esses cuidados são ainda mais importante, devido a maior propensão de proliferação de fungos, como as micoses e frieiras, que causam odor e manchas.
O primeiro cuidado básico que devemos ter com os pés começa durante o banho, esse é o melhor momento para lavá-los e esfregá-los bem. Dê atenção a todos os cantinhos e ao secá-los, passe a toalha no vão de todos os dedos para garantir que não ficarão resíduos de água na região. Uma hidratação básica deve ser feita diariamente, logo depois de lavar e secar bem os pés. Use um hidratante comum, exceto entre os dedos, para essa região prefira aplicar talcos específicos.

Cuidado com os pés - Óleos e cremes

Uma boa esfoliação também deve ser feita uma vez por semana para remover as células mortas e renovar a pele. Mas, em vez de lixas e pedras pomes, prefira cremes esfoliantes específicos e depois da esfoliação, não esqueça de hidratar os pés com óleos vegetais ou cremes, como ensinaremos a seguir.
Além das hidratações diárias como dito acima, pelo menos uma vez por semana, faça uma hidratação mais profunda. Primeiro, lave os pés em água norma, seque-os e passe uma lixa molhada retirando suavemente as peles a mostra, aquela região que normalmente fica mais amarelada. Em seguida, passe um esfoliante próprio para os pés, lave-os novamente, seque entre os dedos e passe um creme especifico para os pés. A dica é usar produtos hidratantes específicos para os pés, a base de parafina, óleo de malaleuca, que agem também como fungicidas e cicatrizantes, ou ainda, duas gotas de óleo de oliva, óleo de semente de uva ou até óleo de girassol, evitando sempre passar entre os dedos.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Como investir no Tesouro Direto

Cada vez mais brasileiros despertam o interesse no tesouro direto, mas poucos são os que conhecem e entendem como funciona o investimento nos títulos públicos do governo. Se você também está pensando em investir no tesouro direto, fique atento as informações que vamos dar agora e saiba como funciona essa forma de investimento.
Para começar, você deve saber que todo o investimento captado nos títulos públicos tem como objetivo prover recursos para o financiamento da dívida pública, bem como para financiar atividades do Governo Federal, como educação, saúde e infraestrutura. Para popularizar ainda mais o investimento, o governo têm feito algumas alterações que facilitam a adesão de mais brasileiros. Para investir o interessado deve se cadastrar em uma corretora e agendar uma consultoria financeira personalizada com um consultor de investimentos. Feito isso, todos os próximos passos ficarão mais fáceis, com a compra programada, é possível realizar o reinvestimento automaticamente com aplicações mínimas de 30 reais.

Como investir no Tesouro Direto

Pois é, mas antes de sair investindo todas as suas economias, quem está interessado em investir no tesouro direto deve entender quais são as taxas de administração e de custódia cobradas pela instituição financeira escolhida. Para obter melhores resultados nos investimentos, a dica é buscar sempre instituições com taxas de administração abaixo de 0,3% ao ano.
Além disso, o investidor deverá ainda escolher o melhor título para a sua carteira de investimentos: Títulos prefixados, com rentabilidade definida no momento da compra – Letras do Tesouro Nacional e Notas do Tesouro Nacional Série F, ou Títulos pós-fixados, com rentabilidade vinculada à variação de um indexador.
Entre as principais vantagens do tesouro direto, estão: custo reduzido de intermediação, ao fazer a compra dos títulos diretamente pela internet, a liquidez quase imediata, garantida pelo Tesouro Nacional e a cobrança do pagamento do Imposto de Renda apenas no momento da venda ou do vencimento do título.

Combater o excesso de ácido úrico

O excesso de ácido úrico pode trazer uma série de complicações que culminam em doenças como a Gota e os cálculos renais, conhecidos popularmente como “pedras nos rins” por exemplo. A substância é produzida naturalmente pelo organismo, sendo que parte dele permanece no sangue e o restante é eliminado pelos rins. Mas, pode ocorrer um aumento na produção de ácido úrico por motivos diversos, seja porque a sua produção aumentou muito, porque a pessoa está eliminando pouco pela urina ou ainda por interferência do uso de certos medicamentos.
O que acontece é que o excesso desse ácido promove a formação de pequenos cristais de urato de sódio semelhantes a agulhas, que vão se depositando em vários locais do corpo, de preferência nas articulações, mas também nos rins, sob a pele ou em qualquer outra região do corpo.

Combater o excesso de ácido úrico

O combate ao excesso de ácido úrico é feito em associação a uma alimentação saudável, rica em as frutas, principalmente maçã e o limão. Além disso, o consumo abundante e regular de água vai hidratar o organismo e tornar a urina mais diluída, favorecendo a excreção de ácido úrico e reduzindo o risco de formação de cálculos renais e do aparecimento da Gota.  Por outro lado, devem ser evitados os carboidratos refinados, açúcares e amidos; as frituras e gorduras saturadas; as carnes em geral: bovina, suína, peixes e aves; os frutos do mar e peixes pequenos como sardinhas, arenque, anchova, mexilhão, cavalinha, camarão e ovas de peixes; queijos; ovos; chocolate; leguminosas como o feijão, grão de bico, ervilha, lentilha, grãos integrais; tomate com sementes; café e chás e alimentos com níveis moderados de proteínas, como o espinafre, aspargo e cogumelo. Um suplementação vitamínica também é de fundamental importância, sendo indicados: ácido fólico, ácido pantotênico, betacaroteno, vitamina C, vitamina E, zinco, vitaminas do complexo B, ômega-6, entre outras.


Grunix – Enviar SMS de graça online

Quer mandar mensagens sms de graça para qualquer operadora? O Grunix oferece este serviço para os usuários cadastrados, com ele é possível enviar mensagens de texto para qualquer celular, de qualquer operadora, sem ser preciso tranferir créditos para o seu telefone. O serviço funciona como uma rede social em que essa e outras funções disponíveis só são permitidas entre amigos, basta cadastrar os números de telefone no sistema e criar laços de amizades com seus conhecidos.
O primeiro passo para começar a enviar mensagens de graça é criar um perfil pessoal nesta rede. Para isso, basta acessar o site do Grunix, indicado a seguir, preencher um cadastro com informações pessoais e depois disso, cadastrar o seu número. O serviço enviará um SMS para você com o código de liberação, para garantir que o número informado está ativo e que é dá pessoa que está fazendo o cadastro. Essa é uma forma de evitar que outras pessoas enviem mensagens utilizando o seu número.


Grunix - Enviar SMS de graça

O próximo passo será e adicionar amigos na rede social. Com a função de busca você encontrará as pessoas que você conhece, basta digitar o nome completo ou email de quem você está procurando e aguardar até que os resultados sejam mostrados na tela. Os usuários poderão enviar mensagens à vontade, a única orientação dada pelo site é que depois de enviar uma sms para alguém, espere um minuto para mandar outra mensagem, mesmo que seja para outra pessoa, para evitar um congestionamento dos servidores do serviço.
Além disso, o Grunix proporciona um total controle sobre as informações que são transmitidas e deixa a experiência de compartilhar informações e enviar mensagens de texto de forma segura e confiável.  Há política de privacidade é confiável e certificada, os usuários podem se sentir tranquilos quanto à segurança do portal.
Enviar torpedo de graça pela internet: www.grunix.com.br

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Clarear dentes com bicarbonato de sódio

O uso de bicarbonato de sódio é uma das técnicas de dental  recomendadas e traz excelentes resultados, mas é preciso ter bastante cuidado durante o uso para evitar lesões na cavidade oral. A substância também é usada em consultórios odontológicos, mas com fins de profilaxia. O tratamento é conhecido como jato de bicarbonato, um aparelho é usado para disparar uma solução contendo o bicarbonato de sódio diretamente nos dentes, esse jato ajuda na remoção da placa bacteriana, de manchas naturais e partes oxidadas de restaurações à base de amálgama.
Para fins de clareamento, o bicarbonato pode ser aplicado em casa, basta seguir as orientações. O produto é encontrado em supermercados e farmácias, o preço é bastante acessível. Vale lembrar que os resultados não serão bons em dentes com canal tratado e restaurações, sendo útil apenas na limpeza dentária.

Clarear dentes com bicarbonato de sódio

O ideal é usar o bicarbonato durante a escovação cerca de três vezes por semana, essa freqüência é suficiente para eliminar o amarelado e deixar os dentes bem branquinhos. Coloque o creme dental normalmente na escova e depois molhe a parte da escova que está com o creme dental para deixá-la mais umidecida. Em seguida, com a escova e o creme dental molhados, pressione a parte da escova sobre o bicarbonato de sódio, de forma a impregnar o creme e parte da própria escova com o produto. Em seguida, inicie a escovação normalmente.
Escove bem por alguns minutos, sempre expelindo o excesso de água que se forma na escovação para não ingerir o bicarbonato durante a escovação. Também não se deve exagerar no tempo de escovação com bicarbonato, pois o produto pode causar lesões na gengiva. Depois da escovação, lave a escova e escove novamente usando apenas o creme dental, em seguida enxágüe a boca normalmente. Há quem recomende o uso diário, mas antes de seguir qualquer outra indicação, consulte o seu dentista.

Quantidade de sal diário

Não é novidade dizer que o excesso de sal traz inúmeros prejuízos para a nossa saúde, mas mesmo cientes disso, são poucos os brasileiros que se preocupam com a alimentação e seguem a risca a recomendação dos nutricionistas quanto ao consumo diário desse mineral. O problema não está no sal em si, mas em um dos seus componentes, o sódio, que também é encontrado em refrigerantes, bolachas e salgadinhos.
Quando consumimos bastante sódio, o rim, órgão responsável por filtrar o sangue, fica sobrecarregado e por isso não consegue desempenhar suas funções corretamente. Isso repercute diretamente no coração, uma vez que o sangue circulante fica mais volumoso, obrigando o coração a bombear muito mais rápido do que ele deveria. A longo prazo essa sobrecarga pode levar a um infarto.

Quantidade de sal diário

De acordo com  nutricionistas, em um cardápio saudável a quantidade de sal não deve ultrapassar seis gramas por dia, o que equivale a seis colheres rasas de cafezinho. Parece difícil, mas escolhendo os alimentos certos a cota pode ser seguida sem ser preciso diminuir o número de refeições. O café da manhã e mais dois lanchinhos, entre as principais refeições do dia, devem ficar na cota de dois gramas. Isto pode ser conseguido com granola, iogurte, frutas picadas e leite no café da manhã, e iogurte no meio de manhã e bolacha com suco de tarde.
No almoço você terá direito a mais dois gramas de crédito. A dica para quem vai preparar a comida em casa é salgar apenas feijão, o arroz não precisa de sal, o frango leva só temperos até ficar pronto e o ideal é colocar o sal na hora porque é possível sentir mais o gosto. As duas gramas restantes serão usadas no jantar, omelete temperado com ervas naturais é uma boa pedida. Por fim, fique atento na hora de escolher o sal que irá comprar, pois já existem muitas variações no mercado. Para quem possui pressão alta, o sal light, que possui potássio na composição e menos sódio, é o mais indicado.

Anti-inflamatórios naturais

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a  inflamação, reação natural e protetora do organismo que ocorre quando um corpo estranho ameaça a integridade celular ou tecidual de todas as estruturas que o compõe, é uma coisa boa inicialmente. O que acontece é que quando os efeitos inflamatórios perduram, por motivos diversos, o corpo necessita de uma ajuda para eliminar e combater o agente causador do problema.
Pesquisas recentes têm mostrado que alguns alimentos naturais possuem substâncias capazes de agir em prol desse combate, modulando processos fisiológicos que agem diretamente nas respostas inflamatórias. Por outro lado, também é importante lembrar que os alimentos que contêm gorduras saturadas podem ser extremamente irritantes ao organismo, e ao contrário dos naturais, podem prolongar ainda mais os sintomas inflamatórios.

Anti-inflamatórios naturais

O óleo de peixe é um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos, pois é capaz de reduzir o ácido araquidónico (AA), componente básico que dá origem aos agentes pró-inflamatórios. Iogurte e leite também são altamente indicados graças as proteínas derivadas do próprio leite, consideradas essenciais para o funcionamento do sistema imunológico, além de conter aminoácidos que recuperam o tecido e formam anticorpos.
As gorduras boas presentes no salmão, azeite e castanhas são fonte de ácidos graxos e protegem a membrana das células, controlando a inflamação. A granola e a aveia também agem como anti-inflamatórios e contém fibras, inúmeras vitaminas e minerais, que mantém estável a concentração de açúcar no sangue, evitando o cansaço extremo e a fadiga muscular. As folhas verde-escuras como a do brócolis e da couve auxiliam no funcionamento de enzimas antioxidantes, previnem os processos inflamatórios e a lesão tecidual. Pois é, todos esses alimentos e muitos outros podem ser a chave para processos inflamatórios crônicos como artrites, dermatites, sinusites e muitos outros cujos sintomas intereferem na qualidade de vida de milhares de brasileiros.

Moda Verão 2013 – Cores

Quer saber quais são as cores que estarão em alta no verão 2013? Fique atenta as dicas que vamos dar agora e saiba quais serão as tendências de cores que mais sairão na próxima estação. Variações suaves de tons como o amarelo, verde menta, azul e rosa são destaques na paleta cromática, além dos pretos, verdes, nudes, cinzas, marrons, vermelhos e roxos, que também aparecerão bastante, mesmo que em menor intensidade.
O vermelho, cor ultra chamativa e cheia de atitude, virá com um maior destaque, em nuances que variam desde tons mais pálidos, como o alaranjado, até os vermelhos vibrantes. O tom coral também permanece, mas deverá aparecer na moda 2013 com menos intensidade. O amarelo é uma das cores super atuais que ainda prometem continuar em evidência, com as suas nuances se fazendo cada vez mais freqüentes. Já o dourado, surge no rastro da tendência do amarelo e ganha destaque entre os looks para 2013.

Moda verão 2013, cores

O royal, assim como tons mais intensos de azul, permanecem com a mesma energia que causou frisson e  durante o verão 2012, destacando qualquer visual. A energia revitalizante dos tons de verde  também são presença certa em 2013, surgindo em uma paleta bem mais sofisticada e eclética, indo desde o oliva ao verde-bandeira, ora mais vivos e ora bem suaves. Os tons de áqua voltarão repaginados no próximo verão, em tons menos intensos que agradarão aqueles que preferem os looks mais discretos. Os tons de rosa, mais românticos e femininos, deverão surgir em variações mais suaves, tendendo ao salmão.
Já o azul, cor preferida dos mais introspectivas voltará em tons suaves e frios, muitas vezes tendendo ao acinzentado. O laranja faz parte da tendência considerada migrante, já esteve bastante presente no verão deste ano e continuará na próxima estação, ganhando cada vez mais e mais adeptos e a preferência de quem aposta em um visual mais descontraído.

Comprar imóvel ou investir dinheiro?

Comprar um imóvel ou investir o dinheiro? Esta é a dúvida de milhares de brasileiros que dispõe de um determinado capital, mas não sabem qual a melhor forma de aplicá-lo. Em todo caso, esta é uma decisão importante e que merece uma avaliação financeira, levando em consideração todas as vantagens e desvantagens de ambos os investimentos.
O primeiro ponto a ser considerado é o valor do imóvel e de todas as despesas relacionadas a aquisição do mesmo, caso a rentabilidade que a renda fixa gera sobre este capital para esse investidor seja maior que o custo do aluguel de um imóvel do mesmo padrão, a melhor opção é aplicar na renda fixa e alugar um imóvel. Mas, caso a rentabilidade deste capital seja menor que o custo do aluguel, vale mais usar este dinheiro para comprar um imóvel. Para muitas pessoas, mais do que um bom investimento, a compra de um imóvel representa uma auto-realização, assim, a aquisição do bem gera uma satisfação enorme para o proprietário, independente da aquisição da dívida.

Comprar imóvel ou investir dinheiro?

Para algumas pessoas ter uma residência fixa, não seria uma solução, muito pelo contrário só traria contratempos. Seja pela necessidade constante de viagens, mudança de cidade por trabalho, família ou mesmo hábito, quem valoriza mobilidade deve preferir investir seu capital para pagar por um estilo de vida baseado em aluguéis. Por outro lado, há quem prefira uma residência fixa, por valorizar viver em uma determinada localidade, seja porque cresceram na região, ou por gostar do estilo de vida do local. Neste caso, deve-se preferir comprar um imóvel ao invés de investir para morar de aluguel.
Por fim, deve-se considerar ainda que investir o dinheiro traz custos operacionais baixíssimos, uma vez que o investidor só precisará abrir uma conta e pagar um valor baixo de administração do investimento. Já na compra do imóvel, existem diversos custos que serão acrescidos ao cálculo da compra, como escrituras, reformas e gastos com mobília. Faça uma avaliação geral da sua situação financeira, leve em consideração todas as vantagens e desvantagens de cada caso mencionadas e decida qual a melhor opção para você.

Mais vantajoso alugar ou comprar imóvel?

Alugar ou comprar um imóvel? Essa é a dúvida de milhares de brasileiros que desejam ter um imóvel próprio, mas ainda tem medo ou desconhece as vantagens e desvantagens de uma escolha como essa. De acordo com economistas, ter o dinheiro em mãos não deve ser a única preocupação de quem pretende comprar um imóvel. Além de saber se o imóvel se adéqua às suas necessidades e à sua renda, você deve saber se a prestação não irá consumir gastos com lazer, bem-estar e qualidade de vida, se a possibilidade de valorização local, ou se não é uma área que irá desenvolver com o tempo.
Em todo caso, ao optar por um financiamento, algumas vantagens como contar com juros mais baixos nos últimos anos, prazos mais longos, de até 35 anos para quitar o débito total, possibilidade de estabelecer parcelas decrescentes, diferente da tabela Price e o melhor de tudo é que sempre terá motivação para pagar um patrimônio próprio. Mas, por outro lado, caso não faça um bom planejamento econômico pessoal, o acúmulo de prestações certamente irá lhe trazer muitas dores de cabeça. Entre outras desvantagens, o proprietário poderá ter dificuldade de repassar ou alugar o bem caso não escolha bem a localização do imóvel.

Mais vantajoso alugar ou comprar imóvel?

Em relação ao aluguel, o inquilino tem como vantagens a maior mobilidade física, com a possibilidade de poder morar onde quiser, terá sempre prestações menores e se o aluguel for baixo, a renda ficará mais livre para investir no mercado de ações, estudo, previdência privada, viagens, entre outras opções. Em relação as desvantagens, você deve levar em consideração que estará sempre pgando uma quantia por algo que não é seu, poderá estar vinculado ao pagamento de seguro fiança, despesas de condomínio e IPTU, além de despesas com pinturas e consertos estruturais. O valor também pode ser reajustado, como o IGP-M, que é em torno de 5% ao ano, além da insegurança de não saber até quando poderá ficar naquele local.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O que não fazer no Twitter e Facebook


A facilidade de comunição e a maior liberdade para se expressar oferecidas pelas redes sociais podem acabar prejudicando a nossa imagem pessoal e profissional, se não usarmos os recursos que estão disponíveis a nosso favor. O que acontece é que, infelizmente, muitas pessoas se expõem de maneira inadequada, são fotos íntimas, comentários incovenientes e até mesmo perfis inacabados, que são utilizados por outras pessoas sem o seu conhecimento.
Consultores de RH afirmam que o que mais acontece hoje no setor é uma análise do perfil pessoal de um candidato através de uma rede social. Confira as dicas que vamos dar a seguir e saiba o que não fazer no Twitter, no Facebook e em outras redes como o Linkedin e o Tumblr.

O que não fazer no Twitter e Facebook

Para começar, você deve saber que um comportamento interesseiro desgasta a imagem virtual, portanto, também use as redes de maneira participativa e procure ajudar os outros. Lembre-se que as oportunidades vão aparecer quando você se reconecta com pessoas com as quais havia perdido contato, por isso aproveite para também falar de trabalho. Algumas fotos pessoais podem te colocar em situação constrangedora, assim, se for compartilhar imagens de festas, bebendo com amigos ou usando roupa de praia, certifique-se de que apenas seus amigos poderão visualizá-las.
Não adicione desconhecidos, certos contatos podem ser incovenientes e não abandone o seu perfil, sempre o atualize com novos cargos, cursos e informações em geral. Criar um perfil sem foto também não vale, pois os seus contatos podem não confiar naquele perfil criado e não aceitar a sua solicitação de amizade. Evite escrever besteiras ou descrever cada passo que você deu durante o dia, sobre o que comeu, da roupa que comprou, entre outras coisas banais. Outra dica importante é sempre deletar os recados e comentários que achar incovenientes e inoportunos, ainda que seja engraçado, eles podem te prejudicar profissionalmente.


Consulta processual online


A consulta a diversas informações relacionadas a um determinado processo que corre no âmbito judicial pode ser feita pela internet. Praticamente todos os tribunais utilizam esse sistema de consulta, incluindo os tribunais de conta, tribunais regionais eleitorais, tribunais do trabalho, tribunal da justiça federal, tribunais superiores de justiça, além de todos os tribunais de justiça estaduais.
Com essa ferramenta, advogados e cidadãos em geral podem fazer um  acompanhamento on-line de todas as fases e decisões de um processo, podendo inclusive visualizar todas as decisões publicadas, com o objetivo de conferir transparência à atividade jurisdicional, permitindo à sociedade o acompanhamento das demandas submetidas ao Poder Judiciário.

Consulta processual online

A consulta é feita na página do tribunal onde o processo está tramitando, o interessado deverá preencher um dos campos solicitados, que geralmente são: número do processo, com a sigla da classe e o número de autuação; número de registro; Número Único de Processo (NUP); número do Processo na origem, sem barras, pontos ou traços; registro OAB do Advogado -  UF da Seccional da OAB, seguido do número; nome da parte e o nome do advogado.
Caso a consulta não apresente resultado, confira todos os dados informados e certifique-se que está tudo correto, se ainda assim não aparecer nenhum resultado é possível que os autos estejam em outro tribunal. Nesse caso, será necessário entrar em contato com o tribunal ou o juízo de origem do processo para localizar o número da Guia de Remessa dos autos, para acompanhamento da entrega do mesmo em outro tribunal.
Vale lembrar que alguns processos correm em segredo de justiça e por isso não podem ser consultados pelo nome das partes. Isso ocorre nos casos em que o interesse público exige tal conduta, como em processos que nevolvem casamento, filiação, divórcio, além daqueles em que se apuram crimes contra a dignidade sexual.

Corte de cabelo que emagrece


Na hora de mudar o visual e escolher um corte de cabelo, toda mulher deve saber que alguns looks têm o poder de deixar o rosto mais arredondado ou mais alongado, por isso vale a pena conhcer os cortes ideais para cada tipo de cabelo. Pois é, com o corte ideal você pode ficar com um rosto mais afinado e ainda disfarçar algumas imperfeições que não nos agradam.
De acordo com profissionais que entendem do assunto, mulheres que estão acima do peso podem apostar em qualquer comprimento, desde que sigam algumas dicas como por exemplo, preferir cabelos a partir da altura do queixo com mechas que caiam sobre o rosto. Cortes com franjas retas devem ser evitados, pois além de encurtar o formato do rosto, dá a impressão de que ele é ainda mais redondo. Além disso, vale optar por pontas desfiadas para dar movimento às madeixas.

Corte de cabelo que emagrece

Assim, que já possui um rosto arredondado deve dar preferência a cortes médios e longos. Mas se ainda assim optar pelos curtos, esses devem ser abaixo do queixo para alongar o formato do rosto. Os cortes repicados dão uma sensação de que o rosto está mais fino e caso queira usar franjas, prefira as longas na lateral para não encurtar ainda mais na vertical. Quem possui um rosto mais oval têm a vantagem de combinar com todos os tipos de corte, devendo apenas estar atenta para os estilos que realçam os pontos fortes e disfarce pequenas imperfeições.
O rosto quadrado geralmente tem os ângulos mais marcantes, para suavizá-los, o ideal é investir em um corte com camadas a partir das têmporas e deixar o comprimento dos fios na altura dos ombros. Para a franja, a dica é optar pelas laterais e procurar sempre finalizá-las para baixo. Já com o rosto triangular, o cuidado deve ser para controlar o volume do topo da cabeça e acentuar formas abaixo do maxilar. O ideal é optar por cortes em fios mais longos e com pontas repicadas.

Como eliminar gordura abdominal


Alimentação correta e exercícios localizados é a receita ideal para reduzir medidas, eliminar a gordura abdominal e ficar com uma silhueta bem definida. A recomendação inicial para quem quer perder peso é alimentar-se a cada três horas, balanceando todos os grupos alimentares nas principais refeições do dia: um pouco de carboidrato, proteína, vegetais e legumes, e beber bastante água, no mínimo 2 litros por dia.
Alguns alimentos em especial ajudam a eliminar a gordura abdominal de uma forma mais eficaz. Esse é o caso daqueles que possuem baixo valor glicêmico, quando consumidos esses alimentos não aumentam rapidamente a glicose sanguínea e, com isso, o organismo não produz insulina em grande quantidade, dificultando o acúmulo de gordura abdominal. Por isso, invista nos alimentos integrais, como pão, macarrão, arroz, aveia, além de batata doce, mandioca e frutas.

Como eliminar gordura abdominal

O consumo de fibras solúveis também é potencialmente eficaz em dietas  para eliminar gorduras, uma vez que formam um gel no estômago, que torna o esvaziamento gástrico mais lento e promove sensação de saciedade por mais tempo. As frutas cítricas, como tangerina, laranja e mexerica, aveia, feijões, leguminosas, como o grão de bico, ervilha e lentilha, além das algas, são exemplos de alimentos ricos nesse tipo de fibra.
Além desses, alimentos como o chá verde, pimenta vermelha, alho e o ômega 3, têm o poder de acelerar o metabolismo  e ajudar a emagrecer. Esse efeito se deve ao aumento  do metabolismo e da temperatura interna corporal, que facilitam a queima de calorias e ajudam na perda de peso. Por fim, evite sempre alimentos muito salgados ou muito gordurosos, pois eles retêm líquidos e por isso acabam provocando inchaço na região. Também vale a pena cortar do cardápio os alimentos embutidos como salsicha, linguiça e salame, que são ricos em conservantes, corantes e possuem muito sódio, favorecendo assim o acúmulo de gordura.


Como usar Legging – Dicas


As leggings deixaram de fazer parte apenas do visual da academia, agora também são usadas no dia a dia e até em baladas, compondo looks descolados. Mas, mesmo com uma maior abertura para o seu uso, estilistas alertam que é preciso ter bom senso para não deixar o visual vulgar. São inúmeros modelos, cores e texturas, existem até as leggings  de jeans,  também chamado de jeggings, também com texturas e de todas as cores do arco íris, além das metalizadas, que são as preferidas das pistas de dança, curtas e compridas.
A primeira dica na hora de montar um look com legging é evitar visuais super justos, da mesma forma que os decotes muito ousados. Para isso, balanceie sempre na parte de cima usando blusas mais soltas, sempre tapando o bumbum, com camisas, camisetas compridas, casacos tipo maxicardigã ou até um pouco mais curtos, como os feitos de tecidos de lã, ou ainda com blazers tipo boyfriend ou os mais acinturados, trench- coat, túnicas, entre outras peças.

Legging: como usar, dicas

Para as mulheres mais gordinhas, as leggings opacas e claras não são indicadas,  devendo-se dar preferência a cores mais  escuras. Uma legging preta de boa qualidade, que não fique transparente, é a melhor indicação. As de tecido mais encorpado tipo jeans, são mais grossinhas e dão uma modelada no corpo, por isso também são boas escolhas. Mulheres mais baixinhas devem optar pelas peças mais compridas, quase no tornozelo, que alongam mais a  silhueta, evitando sempre aquelas que acabam no meio da panturrilha.
Outra dúvida comum entre as mulheres adeptas do legging é qual o estilo de sapato que mais combina. A dica para alongar e dar um efeito meia-calça é usar o sapato da cor da legging. Sapatilhas, saltos fechados, com botas mais pesadas (motorcycles, coturnos, abotinados), ankle boots, mocassins, sapatos oxfords, tênis estilosos de cano alto  são os mais indicados.


quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Novo salário mínimo 2013

Para 2013, a proposta do governo é que o salário mínimo suba dos atuais R$ 622 para R$ 667,75. O reajuste já foi enviado pelo Ministério do Planejamento ao Congresso Nacional, como parte da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO do próximo ano, que também traz uma estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto – PIB da ordem de 5,5%, porcentagem acima do previsto para esse ano.
O valor proposto ainda poderá ser alterado mais adiante, pois com base nos parâmetros estabelecidos para sua correção, crescimento do PIB do ano de 2011 e da inflação, medida pelo INPC, deste ano, a previsão inicial é que a inflação seja de 4,5% para este ano, mas não decarta a possibilidade e porcentagens maiores. Considerando que o ritmo de crescimento do PIB e da inflação permaneçam os mesmos, para 2014 e 2015, a estimativa do governo é que o salário mínimo aumente para R$ 729,20 e de R$ 803,93, respectivamente.

Novo salário mínimo 2013

No que diz respeito ao crescimento econômico do país, de acordo com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, com a retomada do crescimento e com as medidas que estão sendo adotadas, podemos observar impactos cheios neste segundo semestre, garantindo uma taxa de 4,5% neste ano.
Quanto à inflação, a estimativa da equipe econômica, demonstrada na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias, é de 4,7% para este ano e de 4,5% por ano no período de 2013 a 2015. Os cálculos são feitos tomando como base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, considerando ainda que esse índice pode variar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.
Além do aumento do salário mínimo, a proposta da LDO traz uma progressiva queda das taxas de juros reais, após o abatimento da inflação prevista para os próximos doze meses, devido aos avanços estruturais da economia brasileira, e a manutenção da política fiscal com geração de superávits primários.