PUBLICIDADE

sábado, 28 de abril de 2012

Como preparar chá

Utilizado em todo o mundo com uma grande diversidade de fins terapêuticos, o chá é uma bebida simples e fácil de preparar e que traz inúmeros benefícios para a nossa saúde. Alguns tipos de chás ganham ainda maiores dimensões por ajudaa a eliminar a retenção de líquidos e a emagrecer, em especial o chá verde e o chá mate. Mas a grande dúvida é: será que todos sabem preparar um chá de forma a aproveitar todas substâncias presentes nas ervas e que proporcionam os efeitos desejados?
Pois é, muitas vezes as propriedades terapêuticas do chá são perdidas devido a falta de cuidado na hora do preparo. A melhor forma de preparar um chá é colocar água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar, antes de começar o processo de ebulição, apague o fogo. Acrescente a erva e abafe por 2 ou 3 minutos, feito isso basta coar e tomar a bebida.

Como preparar chá

A medida ideal da erva a ser colocada na água são duas colheres de sopa para um litro de água, mas comece com colocando apenas uma colher, pelo menos até você se acostumar com o sabor do chá. Para deixar o seu chá mais saboroso a dica é combiná-lo com cidreira, hortelã, erva-doce, casca de frutas, como abacaxi ou manga, ou ainda maçã seca para suavizar o sabor das ervas mais amargas, sem interferir nos efeitos terapêuticos.
Basta ferver um litro de água com um pedaço médio de casca de abacaxi ou um punhado de folhas de cidreira, se for da sua preferência. Em seguida, desligue o fogo e acrescente o chá verde. Feito isso, abafe por mais dois ou três minutos e coe. Lembre-se sempre que o local ideal para armazenar as ervas é em local seco, fechado e ao abrigo da luz, assim você garantirá que nenhuma substância será perdida das folhas da erva.

Legumes e benefícios

Além de serem excelentes fontes de nutrientes essenciais para a nossa saúde, os legumes possuem em sua composição substâncias que ajudam a prevenir diversos tipos de doenças. Vitaminas, carboidratos, proteínas, fibras, ferro, fibras, entre outros, são alguns dos componentes que fazem dos legumes itens indispensáveis no nosso cardápio. De acordo com nutricionistas, de uma forma geral todos os legumes possuem poucas calorias, devido a quantidade de fibras presentes nos mesmos, ajudam no trânsito intestinal, e por conter compostos funcionais, també ajudam a combater o envelhecimento.
O ideal é variar o consumo dos legumes, uma vez que alguns são ricos em determinados nutrientes, enquanto outros possuem mais outros tipos de nutrientes, e assim haverá maior possibilidade de ingerir nutrientes diferentes e em quantidades adequadas. Vamos citar aqui alguns legumes que devido ao seu elevado valor nutricional devem estar presentes diariamente nas nossas refeições.

Benefícios dos Legumes

Legumes e benefícios

A cenoura, grande fonte de vitamina betacaroteno responsável pela manutenção de cabelos, peles, ossos e olhos saudáveis, também fornece sais minerais como fósforo, cloro, potássio, cálcio, sódio e vitaminas do complexo B. A beterraba é uma raiz fonte de vitamina A, B e C , sódio, potássio, zinco, magnésio, folato e ferro, mas muitas vezes é desperdiçada por falta de informação por parte das donas de casa, que desconhecem o poder que a casca, os talos e as folhas possuem.
A abóbora também é uma poderosa fonte de vitamina A, com poder antioxidante capaz de prevenir certos tipos de câncer, além de possuir outras vitaminas, minerais e fibras. A alface é rica potássio, cálcio, fósforo, ferro e vitamina A, C e niacina, agindo como sedativo, calmante, analgésico, cicatrizante, depurativo e desintoxcante. Os aspargo contém vitaminas A, C, cálcio e ferro, sendo altamente indicado para quem tem eczema, doenças de pele, acne, e afecções de rins. Além disso, por ter uma quantidade ínfima de calorias e hidrato de carbono, é ideal para quem quer manter ou perder peso.

Óleos de coco, cártamo, argan, semente de uva e flores – Benefícios

Com tantas opções disponíveis no mercado, fica difícil saber qual o efeito e a indicação de uso de cada óleo. Os óleos de coco, de cártamo, de argan, de semente de uva e de flores são alguns dos mais usados pelas mulheres, que muitas vezes não têm o real conhecimento das propriedades, benefícios e utilidades de cada um deles. Fique atento as informações que vamos dar agora e fique por dentro dos tipos de óleo mais usados no momento e os seus efeitos para o organismo.
O óleo de coco extravirgem auxilia na queima da gordura, faz com que o organismo gaste energia e diminua o ganho de peso, pois contém triglicerídeos de cadeia média. Além disso, o óleo proporciona saciedade e contém propriedades antibacterianas e antifúngicas. A recomendação é consumir duas ou três colheres de sopas de óleo puro diariamente. Uma quantidade maior que a expressa pode levar ao aumento de ingestão calórica diária e, com isso, levao ao ganho de peso. Já o óleo de cártamo, fonte de ômega 6, comprovadamente diminuiu a gordura abdominal e aumenta a massa magra, além de diminuir a glicemia e inflamação e aumentar o HDL, “bom colesterol”. O consumo ideal é de 8g por dia.

Óleos e efeitos

O óleo de argan é ideal para deixar os cabelos hidratados e com brilho, pois é rico em ácidos graxos e vitaminas A, D e E, sendo ideal para reparar os fios e tratar os danos gerados pelo sol, secador, chapinha e poluição. O uso pode ser feito através dos xampus e condicionadores com argan que podem ser usados sempre que o cabelo for lavado, ou aplicado em ampolas e máscaras. O óleo de semente de uva possui poder antioxidante e penetra facilmente na pele, sendo indicado como um bom tonificante e revitalizante. Já o óleo de flores é ideal para hidratação e ajuda nos casos em que a pele requer maior  elasticidade, como oscilação de peso ou gravidez.

Tipos de pele e cuidados – Normal, seca e oleosa

Quer saber quais são os cuidados básicos necessários para manter uma pele bonita e saudável? Fique atento as informações que vamos dar agora, saiba quais são as dicas dadas por dermatologistas e comece a tratar a sua pele da maneira correta.
O primeiro passo é identificar o seu tipo de pele: normal, seca ou oleosa. Dermatologistas explicam que cada tipo de pele possui características especiais que são fáceis de identificar. A pele normal é sempre macia, com poros bem discretos, e bem lisinha. Por outro lado, a seca geralmente é mais áspera e aparenta estar se “quebrando” o que facilita a descamação. Já a oleosa está sempre com brilho excessivo, os poros são bem aparentes e geralmente apresenta cravos e espinhas. Quando a pele apresenta características de mais de um dos tipos citados, esta poderá ser classificada como mista, também é fácil de identificar pois possui partes oleosas e partes secas, com a oleosidade basicamente concentrada na região da testa, nariz e queixo.

Tipos de pele e cuidados

Os cuidados com a pele normal incluem o uso de sabonetes mais perfumados, como por exemplo, aqueles que possuem em sua composição extrato de hamamélis, extrato de própolis, cânfora ou alantoína na formulação, pois mantém a oleosidade sob controle. Após a lavagem não esqueça de hidratar bem a pele. A limpeza da pele seca deve ser mais suave, enquanto que a hidratação deve ser mais caprichada, sendo indicado o uso de versões à base de substâncias oleosas e hidratantes, como lanolina, manteiga de carité, óleo de amêndoas, extrato de semente de uva e laurilsulfato. No caso de peles oleosas, o excesso de sebo deve ser combatido com sabonetes adstringentes, de preferência os que são feitos a base de hamamélis e própolis. Outras substâncias  excelentes no controle da oleosidade são o ácido salicílico, enxofre e a sulfacetamida sódica.
Por fim, quem possui a pele mais sensível, deve estar sempre atento as substâncias que podem lhe causar qualquer tipo de irritação, sendo recomendado o uso de sabonetes em gel com extratos de camomila e erva-doce.

Como comer menos para emagrecer

Para você que não está conseguindo manter-se no peso ideal e tem dificuldade para seguir uma dieta para perder peso, confira as dicas que vamos dar agora e aprenda a comer menos sem precisar ficar com fome. De acordo com nutricionistas, a perda de peso é uma questão educacional, isto é, é necessário reeducar o organismo para que ele se sinta satisfeito com porções alimentares menores.
O primeiro passo é começar a comer em pratos menores, a dica é trocar o prato raso pelo de sobremesa, isso te ajudará a não exagerar no tamanho das porções e a manter o controle durante a dieta. Outro truque é não colocar as panelas e as travessas na mesa, monte o prato antes de se sentar, pois deixar a comida à disposição estimula a repetição do prato e fica mais difícil resistir às tentações. Além disso, comece sempre a refeição pela salada, isso fará com que você se sinta satisfeita com menos comida, o ideal é optar por uma salada bem variada e colorida e temperada com azeite, vinagre, limão e sal.

Como comer menos

Beba um copo de água gelada ou coma uma gelatina diet trinta minutos antes de almoçar ou jantar, para enganar o estômago e diminuir a fome. Além disso, coma um chocolate meio amargo cerca de 5 minutinhos antes das refeições, essa também funciona pois o sabor intenso ajuda a diminuir a vontade de comer.
Os nutricionistas ensinam que ter alimentos calóricos na dispensa é uma armadilha perigosa, portanto a solução é planejar bem as suas compras e passar longe da sessão de guloseimas no supermercado, para resistir as tentações e montar um estoque de petiscos saudáveis em casa. Por fim, mantenha a sua dieta estabelecendo um cardápio light para ser seguido durante toda a semana e caso tenha que fazer uma das refeições fora de casa, leve sempre um lanchinho, fruta ou iogurte natural, para não depender da comida do local.

Tipos de leite: Integral, desnatado, semi-desnatado

O leite é uma das melhores fontes de proteína e cálcio, além de fornecer a energia que o nosso corpo precisa para realizar todas as atividades do dia a dia. Conheça agora um pouco mais sobre os mais diversos tipos de leite e saiba como escolher aquele que melhor atende as suas necessidades entre os disponíveis nas prateleiras.
Quanto ao teor de gordura que possuem, o leite pode ser classificado basicamente em: Integral, que contém no mínimo um teor de gordura de 3%, Semi-desnatado, com teor de 2,9 a 0,6% e Desnatado, com no máximo um teor de gordura de 0,5%. O leite enriquecido com vitaminas geralmente contém as vitaminas A, D, B6, B12, C, E, além de elementos como o ácido fólico e a nicotinamida. O enriquecido com ferro, possui este nutriente além daqueles que naturalmente já estão presentes no leite, a quantidade de ferro pode variar de 0,8 a 3 mg por 100 ml.

Tipos de leite: Integral, desnatado, semi-desnatado

Algumas empresas também fornecem leite enriquecido com cálcio, devido a importância deste mineral para o nosso organismo. Outras, investem no leite com ômega, ácidos graxos poliinsaturados e não são produzidos pelo organismo, que favorecem principalmente o desenvolvimento do sistema imunológico e contribui para a redução dos níveis de colesterol e triglicérides, regulando, assim, a fluidez do sangue e controlando a pressão arterial.
Quanto a forma de obtenção e preparo, o leite é classificado basicamente em tipo A, B e C. O leite tipo A é aquele obtido da ordenha completa e ininterrupta, com teor de gordura integral, padronizado, semi-desnatado ou desnatado, sendo produzido, beneficiado e envasado em estabelecimento denominado Granja Leiteira. Já o tipo B é obtido da ordenha completa, ininterrupta e refrigerado na propriedade rural leiteira a 4ºC. Depois disso, o leite é transportado para o estabelecimento industrial e submetido a pasteurização, quanto ao teor de gordura, este também pode ser integral, padronizado, semi-desnatado ou desnatado. O tipo C é obtido da ordenha completa e ininterrupta e que não foi resfriado na propriedade rural leiteira e entregue à industria até as 10:00 horas do dia da sua obtenção. É transportado para o estabelecimento industrial e submetido a pasteurização e possui o mesmo teor de gordura que os demais.



As verduras e os benefícios

Acrescentar verduras no cardápio é imprescindível para quem deseja manter uma dieta saudável e equilibrada. A grande vantagem é que há uma imensa variedade de verduras oferecidas pela natureza com benefícios específicos para a nossa saúde. Todas elas possuem nutrientes, vitaminas, fibras, proteínas que devem ser adicionados ao nosso cardápio diariamente. Confira agora quais são os benefícios proporcionados por algumas das verduras que não podem deixar de estar presente na sua alimentação.
O brócolis atua como um excelente antiinflamatório, além de combater viroses, proteger o fígado, reduzir o colesterol e diminuir a pressão arterial. Já a cenoura, rica em betacaroteno, substância antioxidante que auxilia na prevenção do envelhecimento precoce, também é um bom antialérgico. As substâncias presentes nessa verdura são as mesmas usadas no tratamento do câncer de mama, próstata, bexiga, tratamento de asma, além de prevenir a catarata. Por conter quantidades significativas de vitamina C, a beterraba  atua como um poderoso antioxidante natural, ajudando a limpar corpo dos radicais livres e prevenindo o desenvolvimento de cânceres.

As verduras e os benefícios

A batata é rica em cálcio, potássio, fibras e vitamina C, portanto é ideal para reduzir o risco de doenças cardíacas, e pode ser usado no tratamento de dores de estômago, e intestinais. A cebola também é rica em vitaminas C e do complexo B, além de possuir quantidades consideráveis de potássio, fosforo, ferro e cálcio. É altamente indicada para
enfermidades do estômago, intestino, reumatismo, arteriosclerose , parasitas, resfriados, gripes, tosse, bronquite, asma e ajuda depurar o sangue e o fígado.
O coentro é rico em vitaminas A, B1, B3, B6, vitamina C, cobre, cálcio, ferro, fosforo, magnésio, selênio e flavonódes, atuando como um excelente tônico para o estômago e o coração. O repolho possui vitaminas A, C, potássio, cálcio, e fósforo em sua composição, além de ajudar a purificar o sangue, estimular a digestão, agir contra o envelhecimento precoce, auxiliar na queima de gordura, diabetes, colesterol, úlceras e canceres.

Diminuir o enjôo na gravidez

Os enjôos matinais são comuns nas futuras mamães, principalmente durante o primeiro trimestre da gestação. Esse sintoma começa a reduzir a partir da vigésima semana, mas até lá as gestantes podem aliviar esse desconforto com alguns alimentos e dicas infalíveis dadas por nutricionistas.
Alimentos ricos em ácido fólico, vitamina do complexo B que é um nutriente fundamental para as gestantes, como o espinafre, rúcula, brócolis, escarola, agrião, frutas cítricas e grãos integrais, devem fazer parte da dieta das gestantes.  Além de ajudar na formação do tubo neural e dos tecidos do embrião, esses alimentos ainda estimulam a formação dos ácidos digestivos, favorecendo assim o esvaziamento gástrico e auxiliando na diminuição dos enjôos. A falta de vitamina B6 também está relacionada a sintomas de náusea gestacional, por isso peixes, frango, ovos, cereais integrais e soja também devem estar presentes nas refeições.



O jejum prolongado é um dos fatores que provocam o enjôo, por isso é tão comum que as grávidas sintam náuseas pela manhã. Outra forma de driblar esse sintoma é comer lentamente de um a dois biscoitos salgados ainda na cama. Comer banana nanica também fará muito bem, a fruta  é bastante recomendada por ser uma boa fonte de vitamina B6 e potássio, que evita o enjôo e controla os vômitos.
As bebidas frias e ácidas também ajudam bastante , por isso sempre que der as gestantes devem tomar limonada sem açúcar ou acrescentar gotas de limão na água ou nos chás para manter-se bem hidratada e ainda diminuir o enjôo. O abacaxi e o caqui aliviam as ânsias e por serem fontes de vitamina C, também são importantes para o fortalecimento do sistema imunológico e da placenta.
Também devem fazer parte do cardápio de toda gestante: laranja-pêra, tomate, vinagre de maçã, alimentos ácido bem tolerados; arroz, macarrão, batata e pães, alimentos ricos em carboidratos e de fácil digestão.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Presente para o dia das mães – Dicas

O dia das mães já está chegando e para você que ainda não sabe como vai presentear a mulher que lhe deu a vida e que te criou, confira as sugestões que vamos dar a seguir e surpreenda a sua mãe de uma maneira especial. Apesar de cada uma delas possuir um jeito e uma personalidade diferentes, alguns presentes podem agradar todos os perfis de mães. Aproveite as dicas a seguir e escolha o melhor presente para homenagear a sua mãe.
Para as mães mais modernas e que adoram estar por dentro das novidades do mundo da internet, a dica é investir em presentes online: pacotes que incluem um dia inteiro no SPA, centros de beleza, em resorts ou restaurantes especiais fazem toda a diferença. Em todo caso, alguns presentes são sempre contra-indicados, entre os mais detestados pelas mães estão: panos de pratos, conjunto de panelas, faqueiros, toalhas de banho, conjunto de lençóis, panela de pressão, calcinhas, conjunto de mantimentos, porta trecos ou qualquer outra coisa para cozinha. Caso seja de extrema necessidade, vale a pena dar presentes para a casa como: geladeira, máquina de lavar, liquidificador, batedeira, cafeteira, sanduicheira, TV, aparelho de DVD, entre outros.

Presente dia das mães - Dicas

Entre os que mais agradam as mães estão: perfumes, bolsas, café da manhã, flores, almoço em um bom restaurante, sapatos, celular, notebook ou tablet para as mães que estão em sintonia com as novidades do mundo tecnológico ou para aquelas que utilizam esses artigos no dia a dia, viagem de fim de semana, quadros, livros, roupas (desde que bem escolhidas e que sejam do tamanho e do estilo correto), jóias, cesta de chocolates, entre outros. Além disso, se o orçamento permitir você também pode surpreender e levar toda a família para um lugar legal e comemorar junto com a sua mãe esse dia tão especial.



quinta-feira, 19 de abril de 2012

Alimentos que combatem o envelhecimento

Quer combater o envelhecimento de uma forma natural? Confira as dicas que vamos dar agora e conheça alguns dos alimentos oferecidos pela natureza que possuem propriedades essenciais para retardar o envelhecimento. Pois é, apesar de a ciência ainda estar em uma busca incessante por novos artifícios para auxiliar a diminuir os efeitos do processo natural de envelhecimento, alguns alimentos naturais oferece todo esse potencial. É claro que não é da noite para o dia que os resultados serão perceptíveis, mas depois de aproximadamente três meses é possível sentir a pele mais jovem, macia e com brilho natural.
A maçã atua no controle do colesterol e dificultar a absorção de gorduras, a maçã é indicada por sua ação anti-inflamatória, na prevenção de celulite, por melhorar a aparência da pele e eliminar toxinas. O mamão possui uma importante função laxativa, e é responsável por melhorar o aparelho intestinal e, consequentemente, dar mais saúde à pele. Além disso, também possui vitamina C, betacaroteno e licopeno, poderosos antioxidantes que combatem os radicais livres que causam o envelhecimento precoce da pele.

Alimentos que combatem o envelhecimento

O tomate também é rico em licopeno em sua composição e ainda leva vitaminas dos complexos A e B, fósforo, potássio, ácido fólico e cálcio. A couve possui altas concentrações de vitaminas C e do complexo B em sua composição e age contra o estresse, combate os radicais livres e o seu consumo contribui para uma pele mais vistosa e brilhante.
As frutas vermelhas como o morango, amora, uva, açaí, entre outras são ricas em vitamina C e cianidina, uma substância que dá o pigmento avermelhado as frutas e serve para proteger as plantas dos raios ultravioleta. Em conjunto, esses nutrientes protegem o organismo contra toxinas e melhoram a condição dos vasos sanguíneos e a circulação do sangue, por isso também devem ser incluídas no cardápio para retardar o envelhecimento.

sábado, 14 de abril de 2012

Como fazer a farinha de banana verde

Para você que não vê a hora de perder aqueles quilinhos que estão sobrando na balança e conquistar a forma que tanto deseja, saiba que a banana verde pode se tornar uma excelente aliada nesta busca. O segredo está em consumir a farinha da banana verde, que possui em sua composição um tipo de carboidrato presente na casca da fruta, o amido resistente, que passa intacto pelo intestino delgado e só é fermentado ao chegar ao intestino grosso. Esse amido resistente retarda a absorção de glicose e de gorduras, e os primeiros resultados do emagrecimento podem começar a ser notados logo após duas semanas de uso.
Os benefícios incluem ainda melhora no funcionamento do trânsito intestinal, maior sensação de saciedade, previne e ajuda no controle do diabetes do tipo 2, uma vez que pode reduzir a glicose do sangue e controlar as taxas de açúcar corporais. Além disso, por ser rica em vitaminas do complexo B, vitamina C, que tem poderosa ação antioxidante, e vitamina A, importante para a saúde da pele.

Como fazer a farinha de banana verde

A recomendação é consumir apenas 2 colheres de sopa da farinha de banana verde por dia, no almoço e no jantar, ou ainda, diluir a farinha em água e beber também duas vezes ao dia. Para preparar a farinha, separe as bananas verdes, de preferência do tipo prata, lave-as bem com água corrente e seque-as com um pano macio ou com papel absorvente. Em seguida, escalde-as em água fervente, por dois minutos. Feito isso, descasque-as e corte-as em tiras. Coloque em um tabuleiro, dispostas lado a lado, leve ao forno e deixe-as torrar até ficarem esturricadas, quebradiças e esfarinhando na mão. Passe em uma máquina de moer ou liqüidificador e por último em uma peneira fina. Consuma a farinha de bana conforme recomendado e aproveite todos os benefícios proporcionados por este alimento.

Termogênico faz mal a saúde?

Apesar de trazerem inúmeros benefícios para o corpo e desempenho físico, principalmente para quem deseja emagrecer e conquistar a forma dos sonhos, os suplementos termogênicos podem provocar alguns efeitos colaterais e trazer riscos para a saúde. O princípio ativo básico dos termogênicos consiste em usar substâncias adrenérgicas, que liberam adrenalina, para promover a aceleração nos batimentos cardíacos, fornecendo ao corpo mais disposição para atividades físicas e mentais e, leva a um pequeno aumento no metabolismo corporal, facilitando a queima de gordura.
Pois é, muitos pesquisadores têm despertado o interesse por substâncias do tipo devido ao uso indiscriminado e sem prescrição médica de produtos que contêm termogênicos. Eles alertam os consumidores informando que é preciso estar atento as contra indicações dos produtos termogênicos e não desprezar nenhum sintoma ou efeito colateral que possa surgir após o uso. Em geral, é expressamente contra-indicado o uso de termogênicos por cardiopatas, hipertensos e por quem faz uso controlado de medicamentos com influência sobre o sistema nervoso.

Termogênico faz mal?

Entre os efeitos colaterais mais comuns estão: dor de cabeça, causada normalmente pela vasodilatação ou pelo excesso de estimulantes que causam vasoconstrição e aumento da pressão sanguínea; enjôos, ocasionados principalmente pela xantinas, como a cafeína, que irrita a mucosa gástrica e ocasiona esse tipo de transtorno; arritimias cardíacas, que surge devido ao uso em excesso ou a reações específicas do corpo; agitação, que também pode vir associada a outros desconfortos como taquicardia e insônias; além de falta de concentração e insônia, resultante do alto grau de estimulantes que ainda estão ativos na hora do sono.
De acordo com especialistas, é sempre possível substituir um composto por um alimento natural, ainda que os efeitos destes últimos sejam mais lentos. Neste sentido, também são indicados como termogênicos e queimadores de gordura: gengibre, vinagre de maçã, pimenta vermelha, acelga, couve, brócolis, laranja, kiwi, cafeína, canela, guaraná, chá verde, água gelada, linhaça, salmão, sardinha, mostarda, aspargos, gorduras vegetais, como o azeite e produtos derivados do chocolate amargo.

Alimentos que ajudam a controlar a ansiedade

A ansiedade, o nervosismo e o mau humor são alguns dos problemas mais comuns gerados pelo ritmo de vida da maioria das pessoas que precisam mais do que 24 horas para realizar todas as atividades programadas para um dia. Pois é, mas o que muita gente não sabe é que as repercussões negativas vão além das alterações no humor, uma vez que a ansiedade eleva a produção de cortisol, um hormônio que promove o acúmulo de gordura. Por outro lado, seguindo a recomendação de nutricionistas é possível resolver todos esses problemas comendo, mas desta vez alimentos que possuem propriedades capazes de controlar a ansiedade. Saiba agora quais são esses alimentos e como você pode inseri-los em seu cardápio diário.
Graças as concentrações de ômega 3 presentes em suas composições, entram na lista dos alimentos que ajudam a diminuir os níveis de ansiedade, os peixes de água fria como o atum, a sardinha e o salmão, linhaça, óleos vegetais e azeite de oliva. Já a banana, o arroz integral, a soja, o chocolate amargo, as aves e a manga são ricos em triptofano, um aminoácido precurssor da serotonina, que provoca bemestar, e contribui significativamente para a redução da ansiedade.

Alimentos que ajudam a controlar  a ansiedade

Os cereais e grãos integrais, abacate, nozes, castanhas, amêndoas e vegetais de folhas verdes possuem magnésio em sua composição, essa substância bloqueia um receptor chamado NMDA, que causa ansiedade e estresse. A vitamina C também ajuda a reduzir a produção do  hormônio do estresse, além de combater os radicais livres, moléculas nocivas que se agravam ainda mais os momentos de tensão. Por isso, vale a pena incluir na sua dieta, mais acerola, limão, laranja, morango, caju, brócolis e rúcula.
Por fim, uma receita simples, fácil de preparar e que pode se tornar um excelente aliado para esquecer as preocupações e relaxar um pouco. O chá de erva valeriana, quando tomado três vezes ao dia pode acalmar e diminuir aquela dor no ombro e no pescoço provocada pelo aumento da tensão muscular.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Saladas que emagrecem

Além de ser saudável e trazer inúmeros benefícios para a nossa saúde, algumas saladas ainda podem funcionar como excelentes aliadas na perda de peso e ajudar a emagrecer. O poder conferido naturalmente a algumas hortaliças e verduras pode combater o inchaço, acabando assim com um dos problemas mais comuns enfrentados diariamente por homens e mulheres. Confira agora alguns tipos de saladas que emagrecem e saiba como montar o cardápio ideal para perder aqueles quilinhos a mais.

Saladas que emagrecem

Saladas que emagrecem

 Para o café da manhã
- Salada de frutas com 1/2 banana-prata pequena, 1/2 maçã, 1 fatia pequena de mamão, 1 colher de sopa de aveia em flocos e 1 pote (200 g) de iogurte desnatado
- Salada de melão com 1/2 pão francês sem miolo e 1 colher de café de margarina light, e 1 xícara de chá de leite desnatado com café.
- Salada de 1/2 mamão papaia pequeno com 3 colheres de sopa de granola light, 1 fatia de queijo minas light e 1 xícara de chá de maçã com canela.
Para o almoço
- Salada de agrião com rúcula, 3 colheres de sopa de milho e 4 tomates cereja, temperados com limão, vinagre e 1 colher de chá de azeite extravirgem, 1 filé de peito grelhado sem óleo e 1 taça de gelatina diet
- Salada com 2 colheres de sopa de repolho roxo cru, 4 colheres de sopa de grão-de-bico, pimentão, beterraba, cenoura e cebola, com iogurte natural desnatado, 1 filé de peixe grelhado e 1 fatia de abacaxi
- Salada de espinafre e rúcula à vontade, 3 tomates secos, 2 nozinhos de mussarela de búfala temperada com sal, azeite e limão, 1/2 abobrinha, 1/2 berinjela grelhadas, 1 torrada de pão integral light com 1 fatia fina de queijo branco e 1 copo (200 ml) de suco de maracujá
Para o jantar
- 1 omelete preparada com 1 ovo, 2 claras, 1 fatia de peito de peru, 1/2 tomate e 1 fatia fina de queijo branco, 1 prato de sobremesa de couve refogada, 1 copo (200 ml) de suco de melão com abacaxi
- 1 sanduíche preparado com pão sírio, 1 pepino grande, 1/2 xícara de chá de queijo minas frescal em cubos pequenos, 2 colheres de sopa de linhaça, suco de 1 limão, 1 colher de sopa de azeite de oliva e 1 copo (200 ml) de chá pronto gelado.
- 1 prato de sobremesa de couve-flor, brócolis cozidos e gratinados no forno, 1 fatia de queijo branco cortada em cubinhos e ervas à vontade, 1 filé de peixe grelhado e 1 fatia de melão.

Dicas para passar em um concurso público

Para você que está se preparando para um concurso público, fique por dentro de todas as dicas para ser aprovado no processo seletivo e ter o emprego dos seus sonhos. O primeiro passo é escolher um  cargo público, levando em consideração não apenas o salário a receber, mas também a função que serão desempanhadas, pois ao optar por um cargo de seu interesse você certamente dedicará mais tempo e terá mais empenho nos seus estudos.
Não há tempo a perder, lembre-se de que enquanto você ainda está em dúvida e pensando no que fazer, seus concorrentes já estão estudando. Portanto, depois que você decidir a carreira que irá seguir, inicie os seus estudos de imediato. Não espere o edital ser lançado porque, em geral, o prazo entre a inscrição e a prova é muito curto. Estude o conteúdo cobrado em concursos anteriores e os que forem reforçados no edital. Não há um método de estudo que seja eficaz para todos, algumas pessoas conseguem aprender melhor fazendo resumos, lendo-os em voz alta ou ainda indo a cursos específicos.

Dicas para passar em um concurso público

Em todo caso, o ideal é definir horários exclusivos para estudar e cumpri-los rigorosamente e nunca deixar para estudar só quando já está cansada. Para quem faz cursos preparatórios, a dica é reservar a mesma quantidade de horas de aula presencial para estudar em casa e fixar o conteúdo, dando preferência sempre a lugares calmos e sem interrupções. Ao resolver os exercícios, dê atenção aos seus erros e tente entender o que está fazendo de errado para não repeti-los.
Além dos estudos, fique atento a todos os detalhes do edital, requisitos para inscrição, conteúdo programático, informações relacionados ao cargo, quadro de vagas e cidade de realização das provas. Observe todos os prazos estabelecidos e saiba até quando as inscrições poderão ser feitas e o pagamento efetuado.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Remédios mais caros em 2012

A partir do dia 31 de Março diversos medicamentos sofreram um reajuste de até 5,85%, medida que segue a determinação da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos – CMED.  A lista divulgada pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária mostra que entre os remédios classificados na faixa 1, que têm premissão de aumento de até 5,85%, estão anti-inflamatórios, tranquilizantes, antidepressivos, diuréticos, expectorantes e analgésicos, entre outros. Já os medicamentos classificados na faixa 2, que poderão ter acréscimo de até 2,8% estão anti-infecciosos oftamológicos, anestésicos locais, produtos antitabagismo e antipsicóticos.
Mas apesar de em porcentagem bem menor, também haverá uma redução de 0,25% nos preços de alguns produtos mais sensíveis e que enfrentam pouca concorrência dos genéricos, nessa lista estão produtos para o tratamento do câncer, Aids (AZT) e outros produtos novos. O problema é que a maioria dos consumidores não sabe dos seus direitos e muitas vezes acaba pagando um preço maior que tabelado.

Remédios ficam mais caros em 2012

Toda farmácia é obrigada a ter a revista com a tabela de preços lançada pelo governo. O consumidor deve ver qual é o preço máximo estabelecido e negociar, pois aa maioria dos casos, esses estabelecimentos têm condições de dar descontos.  A resolução estabelece que os remédios cujos genéricos têm 20% ou mais de participação no mercado serão os que podem ter maior reajuste, de 5,85%. Já para aqueles em que os genéricos têm uma fatia entre 15% e 20%, os produtos poderão subir 2,8%, e aqueles em que os genéricos têm menos de 15% de participação, a ordem é baixar os preços em 0,25%.
Entre os medicamentos que têm os preços controlados pelo governo estão os produtos de uso contínuo ou utilizados no tratamento de doenças graves, além de antibióticos, anti-inflamatórios e diuréticos, como o Lasix, vasodilatadores, como Viagra e ansiolíticos, como Lexotan. Fique atento as mudanças de preços nos medicamentos que você usa com frequência e saiba quais são os compostos que sofreram reajuste na tabela de revenda.

Passagens de ônibus online – Preços, Comprar

Vai viajar e quer comprar as suas passagens pela internet? Pois é, além de economizar tempo, ao comprar suas passagens online você também conta com toda a segurança e conforto possíveis. Os sites indicados abaixo permitem que o usuário consultem os trechos disponíveis das empresas de ônibus da sua cidade, as datas e os preços das passagens.
Para comprar é simples e fácil, acesse um dos sites abaixo, selecione a origem e o destino, escolha o horário melhor para a sua viagem, e marque a companhia de sua preferência. Feito isso, faça um cadastro informando os seus dados pessoais, idenfique o seu assento, escolhendo o lugar em que mais gosta de viajar, confira todos os detalhes da compra e verifique se não há nenhuma informação errada que possa gerar algum tipo de confusão e para finalizar efetue o pagamento, respeitando os prazos estabelecidos pela companhia de viagem.

Passagens de ônibus online - Preços, comprar

O usuário também pode escolher o tipo de ônibus que quer viajar: convencional, leito ou executivo. Em alguns sites, será necessário criar uma senha para realizar consultas posteriores e comprar passagens sempre que necessário. Depois de pagar, você poderá ficar tranqüilo e só precisará ir na rodoviária até 30 minutos antes da partida, com um documento que tenha foto, informar os detalhes da compra e o comprovante de pagamento parar retirar o seu bilhete.
As empresas asseguram ao usuário a posiibilidade de transferência da data ou horário de embarque, ou até mesmo, o cancelamento da passagem, mas este tipo de solicitação deve ser feita diretamente no guichê da Empresa Transportadora, no local de origem da viagem , com antecedência mínima de 03 três horas do horário estabelecido para o embarque.  Outra vantagem de comprar as suas passagens pela internet é que você poderá fazê-lo de qualquer lugar, casa, trabalho ou até mesmo de algum outro lugar que está viajando. Acesse um dos sites abaixo e compra a sua passagem.

Sites para comprar passagens de ônibus pela internet:


www.buscaonibus.com.br
www.rodoviariaonline.com.br
www.passagemrapida.com.br



Lareira na decoração – Dicas, Fotos

Além de agregar mais valor a um imóvel e deixá-lo em um estilo mais requintado e elegante, as lareiras são pontos chave na decoração de qualquer ambiente. De acordo com a opinião de decoradores, as lareiras são ideais para salas de estar, em que se pretende receber amigos ou ter um momento de descanso após um dia cansativo de trabalho. Ao contrário do que acontecia há alguns anos atrás, as lareiras já são acessíveis e já estão presentes em projetos de pequenos apartamentos.
Entre as principais vantagens de ter uma lareira em casa é o equilíbrio entre funcionalidade e luxo que a mesma proporciona, uma vez que além de aquecer os ambientes, também forma um conjunto charmoso com outros objetos de bom gosto, como candelabros, porta-retratos e molduras. Outra novidade é que a lareira já não é exclusiva da sala de estar, também está sendo bastante utilizada em quartos e escritórios. Entretanto, quem quer ter uma no apartamento, deve solicitar que a mesma esteja na planta do imóvel, pois não é possível instalar após o início das obras, uma vez que os dutos de exaustão não podem ser adicionados depois deste período.
Outra dica para quem não abre mão de ter uma lareira em casa, é levar em conta o clima da cidade onde mora. O ideal é que o local tenha estações bem definidas ou que tenda, obviamente, às temperaturas mais baixas. Em geral, os materiais mais usados para a construção das lareiras são  alvenaria com aço, para ambientes internos, ou ferro e aço, paa as que forem externas. A escolha do material influenciará diretamente no preço, que pode variar entre R$ 500,00 e R$ 15.000,00.
Para quem quer uma lareira no estilo conservador, as salamandras, que remetem ao estilo colonial, são as mais indicadas. Mas, quem quer dar um aspecto mais moderno ao imóvel,  a melhor opção são as elétricas. Confira as imagens abaixo e veja qual lareira combina com a decoração da sua casa.

Casas com Lareira – Fotos


Lareira na decoração - Dicas, fotos
Lareira na decoração - Dicas, fotos
Lareira na decoração - Dicas, fotos
Lareira na decoração - Dicas, fotos

Salto e dores nos pés – O que fazer

Apesar de oferecem mais elegância e destacar qualquer visual, o salto alto pode causar inúmeros problemas e atrapalhar o bem estar da mulher. Mais de 50% das mulheres em todo o país usam salto alto a maior parte do tempo, entretanto, o que elas não sabem é que o uso excessivo deste acessório que a deixa mais bonita e elegante, pode causar desde problemas comuns, como inchaço no dedão do pé, bolhas e calos, até problemas mais complexos, como deformações permanentes nos dedos e intensas dores na sola do pé, que parecem aumentar cada dia mais.
Para os médicos, o ideal é diminuir a freqüência de uso, ou quando este faz-se necessário, tomar as devidas precauções detectar todos os problemas existentes e tratando-os o mais breve possível. Só assim será possível prever futuras complicações e evitá-las para que o andar de salto alto se torne mais confortável. Toda mulher deve saber que o uso de sapatos apertados deforma a forma natural dos pés, daí é que vem a dor característica após o uso. Quando, além disso, o salto é demasiadamente alto, a dor rapidamente pode se transformar em sérios danos, uma vez que o salto faz com que mais peso seja colocado sobre os pés, que já estão doloridos.

Salto e dores nos pés - O que fazer

Um dos problemas mais comuns ds mulheres que usam sapatos apertados são as saliências ósseas que geralmente aparecem na base do dedão e distorcem o formato do pé, popularmente conhecidas como joanete. Apesar de não serem causadores diretos da joanete, os saltos altos agravam o quadro de quem já a possui, uma vez que esse crescimento ósseo deslocado perto do dedão do pé altera o modo de andar da pessoa, quando o pé é colocado em um salto alto e inclinado pra trás, a pressão sobre esse osso piora e a dor aumenta ainda mais.
Para evitar todos esses problemas e garantir o uso de salto por muito tempo, vale a pena seguir as seguintes dicas: escolha o salto alto mais adequado para o seu pé, optando sempre pelos mais cômodos e não apertados; use uma plamilha para proteger a sola do pé e o calcanhar; use saltos mais grossos, pois estes oferecem mais estabilidade; sando preferência aos que possuem apenas uma leve inclinação gradual.

Drenagem linfática – Como fazer em casa

A drenagem linfática é uma técnica de massagem bastante utilizada parar diminuir inchaços e eliminar o excesso de líquido e toxinas. A novidade na sua utilização é o uso do bambu, que possibilita a realização de uma automassagem faz o corpo relaxar, desinchar e ajuda até a emagrecer. Pois é, confira todos os passos para fazer drenagem linfática sozinha, use uma roupa confortável, um bambu pequeno de aproximadamente 35 cm e capriche nos movimentos.
Comece pela região do pescoço e faça uma pressão leve nos movimentos, seguindo com o bambu da cabeça para os ombros. Na região dos braços, repita cinco vezes o mesmo movimento, seguindo sempre na direção do cotovelo para o ombro. Lembre-se de fazer o movimento no lado direito e também no esquerdo. Nos seios, utilize o mesmo bambu e imagine um traço diagonal no seio, role-o neste sentido, seguindo da barriga para a axila com uma pressão leve e repita dos dois lados.

Drenagem linfática – Como fazer em casa

Para drenar a linfa na região da barriga, o ideal é usar um bambu maior, de aproximadamente 40 cm, faça o movimento de drenagem cinco vezes, sempre na direção do umbigo para as pernas. Nas laterais, use uma pressão leve, seguindo das costelas para os culotes. Em seguida, faça cinco movimentos circulares com os dedos logo abaixo do umbigo e siga até a virilha, de ambos os lados.
No bumbum, role cinco vezes o bambu médio no sentido da perna para as costas, de cada lado. Use o bambu grande, agora de 60 cm, e massageie a parte de trás das pernas. Fazendo os movimentos sempre de baixo para cima. Faça o mesmo atrás das coxas, repetindo o mesmo movimento, dos joelhos ao bumbum. Da mesma forma, repita os movimentos na região interna e externa das coxas, seguindo dos joelhos à virilha e dos joelhos ao bumbum, respectivamente.

Qual é o melhor horário para treinar na academia

Se você sempre teve dúvidas sobre qual o melhor horário para treinar, fique atento as informações que vamos dar agora e saiba como obter o máximo de desempenho possível na academia.  De acordo com o observado pelos treinadores, apesar de existir horas ou períodos do dia em que estamos mais alertas ou que o nosso organismo já está condicionado a descansar, cada pessoa possui um rendimento diferente pela manhã, pela tarde e pela noite.
Isso acontece por cada um de nós possui um ritmo circadiano próprio e diferente dos demais. Este ritmo que funciona como um mecanismo que o corpo utiliza para determinar e ajustar o nosso relógio biológico, sendo o responsável por nos concentrarmos melhor para o estudo em um determinado período ou termos mais sucesso e rendimento na academia em outro. Em todo caso, deve-se evitar ir a academia em horários em que já estamos acostumados a dormir ou comer. Portanto, mesmo levando em consideração outros fatores como temperatura ambiente, o horário das 12:00 é inadequado, sobretudo para quem já está acostumado a comer e deitar em seguida.

Qual é o melhor horário para treinar

Assim, a melhor forma de saber qual o horário ideal para treinar, é conhecendo bem o seu corpo e o seu ritmo de vida. Algumas dicas para aumentar o rendimento inclui, evitar ir para a academia sem se alimentar ou após uma refeição muito pesada, sendo que o recomendado é comer algo leve antes. Logo depois do treino, é essencial se alimentar bem para repor os nutrientes gastos durante a atividade física e ajudar o metabolismo a se recompor. Além disso, também é importante destacar a relevância de usar roupas confortáveis e tênis apropriados e de ter sempre à mão uma garrafa de água, uma vez que esta é essencial para a hidratação do corpo durante os exercícios.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Delivery de Restaurante Online

Não há nada melhor do que poder contar com um serviço de delivery de restaurantes na hora que a fome aperta. A grande novidade desses sistemas de entrega que tem agradado bastante aos consumidores é que também é possível pedir o seu almoço, lanche ou jantar pela internet. Os sites indicados a seguir facilitam o acesso a uma ampla base de restaurantes para que você faça seu pedido de maneira simples e segura, sem precisar pagar nada a mais por isso.
O serviço funciona da mesma forma que por telefone, o próprio restaurante fará a entrega na sua residência, mas ao contrário desses, no serviço oferecido pelo ifood ou pelo restauranteweb, você não precisará mais se irritar com linhas telefônicas ocupadas que nunca atendem, atendentes mal humorados ou ocupados demais que acabam errando o seu pedido e enviando uma comida diferente da que foi solicitada. Além disso, os consumidores terão a sua disposição uma lista de restaurantes da cidade em que mora que estão credenciados nos sites, assim é possível variar o cardápio, saborear o prato do dia e experimentar pratos novos sempre que quiser.

Delivery restaurante online - Como funciona, sites

Todos os cardápios estão a disposição do cliente, são atualizados em tempo real e informam os preços, descrições e promoções exclusivas para o cliente daquele site, o melhor de tudo é que você não precisa ter pressa para escolher a sua refeição, pode ficar a vontade para decidir o que quer comer. Outra vantagem é que o seu pedido fica gravado e para quem gosta de pedir sempre a mesma coisa, os próximos pedidos poderão ser feito em poucos segundos.
Acesse o sites abaixo, informe o seu CEP e verifique se a sua cidade é atendida por um dos sites abaixo. Em seguida, escolha seu restaurante, a sua refeição e a melhor forma de pagamento.

Delivery de Restaurante Online

www.ifood.com.br/delivery/
www.restauranteweb.com.br/

Alimentos para secar a barriga

Para você que sonha me conquistar um abdômen reto e lisinho, saiba que pequenas mudanças podem fazer toda a diferença e te ajudar a ter o corpo que deseja. Com os alimentos certos, você terá a ajuda que precisa para secar a barriga. Fique atento as dicas que vamos dar agora e aproveite todos os benefícios que esses alimentos trazem para a nossa saúde.
Frutas vermelhas como o morango, a jabuticaba, a uva, a cereja, a amora e a framboesa, são ricas em antocianina, um pigmento responsável pela cor vermelho-arroxeada e que tem uma função antioxidante que ajuda na queima de gordura abdominal. O ideal é consumir de 1 a 2 xícaras por dia dessas frutas in natura. O vinagre possui uma substância poderosa em sua composição, o ácido acético. Além de trazer inúmeros benefícios para a nossa saúde como: acelera o metabolismo, aumentando assim a queima calórica do corpo, evita picos de insulina no sangue, reduz o risco do organismo acumular gordura, ele também inibe o apetite. Na hora de escolher o sabor, a recomendação é optar pelo de maçã, pois este atua no controle de peso, e é mais eficaz na ação diurética e na eliminação de toxinas.

Alimentos para secar a barriga

O abacate é extremamente rico em uma gordura do bem e tem a capacidade de amenizar o aumento das células gordurosas entre os órgãos abdominais. A fruta traz ainda glutationa, substância que contribui para equilibrar os níveis de cortisol, quando em excesso, esse hormônio do estresse paralisa a dieta e infla os pneuzinhos. A recomendação é consumir três colheres de sopa por dia, de preferência, antes de ir dormir.
O azeite extravirgem é outra indicação, essa fonte de gordura boa reduz a inflamação nas células e facilita a perda de peso.  Sem contar que ele ainda retarda a velocidade com que os carboidratos da refeição são digeridos, diminuindo assim a liberação de insulina e evitando que novos estoques de gordura apareçam.



segunda-feira, 2 de abril de 2012

Alimentação vegetariana – Dieta, Cardápio

Mais do que uma simples dieta que restringe a alimentação à exclusivamente alimentos de origem vegetal, hoje o vegetarianismo é considerado um estilo de vida, em que busca-se principalmente o bem estar físico. De acordo com nutricionistas, o vegetariano ingere mais fibras e menos gordura, principalmente a saturada, o que é saudável. No entanto, é preciso ter bastante atenção para estar seguro de que o cardápio montado possui quantidades ideais de proteínas, pois a maior fonte protéica presente na dieta comum, a carne, não faz parte da vida dos vegetarianos.
Para suprir essa necessidade, alguns alimentos como a soja, tofu, tempeh, seitan, cereais, leguminosas, algas, frutos secos e sementes, podem substituir a carne em uma dieta vegetariana. Confira um cardápio montado por nutricionistas para vegetarianos e saiba como incluir todos os nutrientes necessários para a saúde do corpo, consumindo apenas alimentos de origem vegetal.

Alimentação vegetariana - Dieta, cardápio

Dieta vegetariana


Café da manhã
- 1 copo (300 ml) de suco de abacaxi com banana/ suco de iogurte com morango/ suco de melão com amora/ suco de pera, morango e laranja/ suco de melancia, maçã e hortelã.
- 1 fatia de pão integral/ pão de soja/ 3 biscoitos de aveia
- 1 colher de chá de geleia de morango sem açúcar/ colher de sopa de ricota/ 1 fatia média de queijo de minas frescal/
- ½ copo (150 ml) de leite desnatado/ 1 xícara de chá de hortelã/ 1 xícara de chá de melissa
Lanche
- ½ cacho médio de uva-rubi/ ½ tangerina/ ½ banana/ ½ papaia/ 1 fatia média de abacaxi
Almoço
- 1 porção de salada camponesa/  1 porção de salada de repolho e agrião/ 1 porção de salada verão/ 1 porção de salada de pepino, maçã e alface
- 1 porção de abóbora com hortelã/ 1 porção de refogado à baiana/
- 1 porção de crepe de alho-poró e estragão/ 1 porção de cogumelos com shoyu/ 1 porção de bolo de panquecas com espinafre
Lanche
- ½ papaia
- 1 noz pecã
Jantar
- 1 porção de sopa asiática / 1 porção de sopa de brócolis/ 1 porção da sopa de abobrinha/ 1 porção de sopa de alho-poró/
- 1 porção de pizza calzone/ ½ porção de assado de aipim/ 1 porção de bolinho de tofu

Atestado médico digital SP

A partir do dia 2 de Abril, os médicos do estado de São Paulo terão a sua disposição, uma ferramenta para emitir atestados digitais. Este recurso começará a ser utilizado para ajudar no combate a fraudes no sistema de saúde, permitindo que os empregadores verifiquem pela internet a autenticidade dos documentos apresentados por seus funcionários. A novidade será lançada pela Associação Paulista de Medicina – APM, que tem recebido inúmeras reclamações por parte dos profissionais associados. De acordo com o representante da Associação, muitos médicos são chamados às delegacias para prestar esclarecimentos sobre atestados emitidos em seus nomes. Assim, o documento digital terá a finalidade de provar que se trata de um atestado autêntico.

Atestado médico digital

O e-atestado, como será denominado o atestado emitido de forma digital, poderá ser feito pelo médico devidamente registrado, que informará o número do documento eletrônico de identidade (e-CPF) e registrará as informações do paciente nos campos indicados no site da APM. Ao final das consultas, os médicos poderão enviar o e-atestado poderá por e-mail para a empresa, ou ainda, imprimir o documento e entregar diretamente ao paciente.O custo de cada atestado será de R$ 1, os mesmos terão um número único, que poderá ser usado pelos empregadores para a verificação da autenticidade do documento apresentado. Assim, fica assegurado que os atestados foram emitidos por médicos e contêm informações jurídicas, sendo possível também diminuir afastamentos desnecessários de funcionários, bem como evitar que as doenças sejam consideradas duvidosas.
A APM afirma não ter noção exata da dimensão que as fraudes alcançam no país, mas tem conhecimento de que este fato é bastante comum. Os tipos mais comuns são emissões de atestados por pessoas que usam blocos roubados e carimbos feitos em nome de médicos. A ideia do atestado digital deverá ser aprimorada, e a expectativa é que as empresas também terão a possibilidade de adquirir e fornecer aos médicos atestados que atendem seus funcionários.