PUBLICIDADE

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O que é sustentabilidade?

Sustentabilidade é uma palavra que a gente tem ouvido muito falar, mas será que você sabe exatamente do que se trata?
Sustentabilidade é um princípio segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação das necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.
Para que um empreendimento humano seja considerado sustentável, é preciso que seja:
  • ecologicamente correto
  • economicamente viável
  • socialmente justo
  • culturalmente diverso
O conceito de sustentabilidade está intimamente relacionado com o da responsabilidade social das organizações. Ser sustentável é usufruir dos recursos naturais responsavelmente, de forma que eles não se esgotem para os próximos anos.

QUAIS ATITUDES SÃO CONSIDERADAS SUSTENTÁVEIS?
  • Preservar totalmente áreas verdes não destinadas a exploração econômica
  • Explorar recursos vegetais de florestas e matas de forma controlada, garantindo o replantio sempre que necessário
  • Adotar a produção e o consumo de alimentos orgânicos, pois os mesmos não agridem a natureza além de trazerem benefícios à saúde
  • Reciclar resíduos sólidos, tanto em casa quanto na empresa – a reciclagem, além de gerar renda e diminuir a quantidade de lixo no solo, possibilita a diminuição da retirada de recursos minerais do solo
  • Explorar recursos minerais (petróleo, carvão, minérios) de forma controlada, racionalizada e com planejamento
  • Usar fontes de energia limpas e renováveis (eólica, geotérmica e hidráulica) para diminuir o consumo de combustíveis fósseis. Além de preservar as reservas de recursos minerais, com essa atitude é possível diminuir a poluição do ar
  • Desenvolver a gestão sustentável nas empresas para diminuir o desperdício de matéria-prima e desenvolver produtos com baixo consumo de energia
  • Adotar o consumo controlado de água, evitando ao máximo o desperdício
  • Apoiar e adotar medidas que visem a não poluição dos recursos hídricos, assim como a despoluição daqueles que se encontram poluídos ou contaminados
Um mundo sustentável depende de cada um de nós – depende de que adotemos as atitudes acima, mas que também exijamos dos governantes e das empresas a mesma iniciativa. Além de vivermos melhor, garantiremos um futuro melhor.

Mitos e verdades sobre a celulite


Qual é a mulher que não reclama de celulite? A maioria sabe que esse problema faz parte do universo feminino. A celulite é causada primeiramente pelo fator  genético, seguido do  fator hormonal  e posteriormente pela má alimentação e sedentarismo. A nossa pele é formada por camadas, a parte mais superficial é a Epiderme, logo abaixo dela temos a Derme, a gordura e os músculos. O grau da celulite depende da quantidade desse tecido gorduroso nas camadas profundas da pele, quanto mais gordura, maior é a aparencia da famosa casca de laranja. E quando o assunto é tratar a celulite existem várias dúvidas sobre o que realmente funciona e o que é apenas lenda. Vamos ver quais são esses mitos e verdades?
- Refrigerante  causa celulite. Verdade. Todo alimento que possui algum tipo de açúcar ou sódio ajuda no aparecimento dos indesejáveis furinhos, pois eles retém líquido no organismo, o que ocasiona inchaço.
- Apenas mulheres acima do peso tem celulite. Mito.  Muitas mulheres com o peso normal ou abaixo do normal podem apresentar uma alteração no equilibrio entre a quantidadede gordura do corpo e massa muscular, ou seja, ter uma proporção maior de gordura e menor de musculatura.
- Roupas justas, calças jeans apertadas aumentam a celulite. Verdade. Quem já tem celulite e usa roupas muito justas pode ter uma compressão ou diminuição do retorno venoso, uma dificultação na circulção sanguínea que faz com que o problema piore.
- Os cremes anticelulites funcionam. Verdade e Mito. Na verdade o que acontece é uma melhoria na textura da pele, o resultado é uma pele mais hidratada e lisinha, mas os furinhos continuam igual. Porém os cremes não conseguem atingir a camada subcutânea da pele, que é onde está alojado o problema.

sábado, 19 de novembro de 2011

Receita de caipirinha

Receita de caipirinha

A caipirinha é uma bebida típica brasileira, e apesar de ser fácil de preparar, muita gente ainda se confunde e esquece os ingredientes principais da receita. Elaborada basicamente com a cachaça, o limão e açúcar, a caipirinha já foi usada como remédio contra a gripe há muito tempo atrás, em uma receita simples em que misturava-se à cachaça mel, alho e limão galego para curar os resfriados. Com o tempo, a bebida foi sendo aprimorada e para adocicar o poderoso remédio, o mel foi substituído pelo açúcar, o alho foi retirado da receita e a bebida saiu dos balcões das farmácias para os dos bares e restaurantes ganhando fama entre os brasileiros e estrangeiros que visitavam o país.
Quando bem preparada, a caipirinha pode ser apreciada até por quem não gosta de bebidas alcoólicas. Abaixo você encontrará a receita original da bebida, é simples e fácil de preparar. O segredo é escolher uma vodka boa, de qualidade, e adicionar exatamente a mesma quantidade de açúcar indicada na receita. Alguns restaurantes têm inovado a receita e acrescentado ingredientes diferentes, o resultado é bom e os clientes apreciam o sabor diferenciado da caipirinha.
Se for da sua preferência, acrescente ingredientes como o prisco ou frutas como o morango ou maracujá. Aproveite todas as dicas, aprenda a preparar uma saborosa caipirinha seguindo a receita abaixo e sirva no próximo encontro com os seus amigos.

Alimentos que baixam o colesterol

Alimentos que baixam o colesterol

Apesar de ser de fundamental importância para o bom funcionamento do organismo, um tipo colesterol quando encontrado em concentrações elevadas pode levar a formação de placas de gordura e consequentemente, inúmeras doenças cardiovasculares. Pois é, o LDL, conhecido como o “colesterol ruim” é uma lipoproteína responsável por carregar o verdadeiro colesterol, que garante a produção de vários hormônios, a síntese da vitamina D e o pleno funcionamento das membranas celulares, pelas artérias.
O problema surge a partir de um desequilíbrio durante esse transporte, geralmente causado pelo excesso de alimentos gordurosos e que faz com que a LDL apareça soberana na corrente sanguínea em relação ao HDL. Neste sentido, a principal recomendação para reduzir o colesterol no sangue é fazer uma mudança radical no cardápio. No entanto, pesquisas têm mostrado que alguns alimentos em especial como as fibras solúveis, oleaginosas, produtos à base de soja e alimentos enriquecidos com fitoesterois, são tão ou mais eficientes que uma dieta completamente magra e restrita.
As fibras solúveis encontradas nas frutas, verduras, legumes e cereais como aveia, formam uma espécie de gel no intestino fazendo com que o colesterol fique aderido ao mesmo e seja eliminado nas fezes. Duas porções diárias de aveia em flocos e uma de farelo é o ideal para aproveitar os efeitos benéficos do alimento. Já os fitoesteróis encontrados nas plantas utiliza outras vias para proporcionar o mesmo resultado, eliminar o colesterol do sangue. A porção diária desse aliado pode ser consumido com a adição dos seguintes ingredientes à sua alimentação: 8 colheres de sopa de leite em pó,  2 colheres de sopa de margarina e 200 g de iogurte.
Os alimentos a base de soja possuem uma proteína que dificulta a absorção do colesterol. Com apenas 5 copos de leite de soja e 1 concha de grãos cozidos por dia, você já será beneficiado com esta propriedade. As oleaginosas representadas pelas nozes, amêndoas, avelãs e castanhas, possuem o mineral selênio em sua composição, dificultando assim a oxidação do colesterol LDL. Para consumir a porção diária ideal de oleaginosas, é recomendada a ingestão de 10 nozes, 10 avelãs e 10 castanhas de caju.

domingo, 13 de novembro de 2011

Dieta dos 17 dias

Quer queimar calorias e perder peso em apenas 17 dias? O método descrito pelo médico americano que conquistou a confiança de milhares de pessoas nos Estados Unidos e agora no Brasil, já comprovou que realmente acaba de uma vez por todas com o efeito sanfona e promove um emagrecimento saudável. A dieta é dividida em quatro ciclos, com dezessete dias cada.

No Ciclo 1, o objetivo do cardápio sugerido é elimina o açúcar do sangue e estimular a queima de calorias, ao final deste você já terá perdido até 5 kg. No ciclo 2, a meta é evitar que o processo de emagrecimento pare, o que é comum acontecer em diversos programas de emagrecimento. Por isso, nessa fase, são alternados os cardápios diariamente dos ciclos 1 e 2  Já o ciclo 3, visa a reeducação alimentar, bem como a redução de peso continuada.

Por fim, o ciclo 4, que deverá ser planejado pela própria pessoa que seguiu a dieta, considerando que a mesma já possui uma boa noção de hábitos alimentares saudáveis. Confira o cardápio sugerido para cada um dos ciclos e comece a fazer a dieta dos 17 dias o quanto antes.

Dieta dos 17 dias


Dieta dos 17 dias

Ciclo 1 – Acelerar

CARDÁPIO
Café da manhã
Opção 1: 2 ovos mexidos + 1 laranja + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Iogurte desnatado (170 ml) com 1 fruta picada + 1 xícara de chá verde.

Almoço
Opção 1: Salada de folhas com atum + 1 colher (sopa) de azeite de oliva + 2 colheres (sopa) de vinagre + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Salada com legumes e verduras + 1 colher (sopa) de azeite de oliva + 2 colheres (sopa) de vinagre + 1 xícara de chá verde.

Jantar
Opção 1: Frango grelhado (à vontade) + legumes ou verduras cozidos ou no vapor + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Sardinha cozida ou anchova grelhada + legumes ou verduras cozidos ou no vapor + 1 xícara de chá verde.

Lanches
Opção 1: Leite fermentado (50 ml).
Opção 2: Iogurte light (170 ml).

Ginástica: faça 17 minutos de exercícios por dia.

Ciclo 2 – Ativar

Opção 1: 1/2 xícara (chá) de ricota ou pasta de ricota + 1 pera média fatiada + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: 1 xícara (chá) de granola light + iogurte diet (170 ml) com sabor de fruta + 1 xícara de chá verde.

Almoço
Opção 1: Peito de frango grelhado + 1/2 xícara (chá) de feijão-carioca cozido sem gordura + 1/2 xícara (chá) de milho cozido + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Salada de vegetais com frutas – alface e folhas à vontade + 1/2 xícara (chá) de ricota ou pasta de ricota + 1/2 xícara (chá) de morango ou ameixa vermelha + 1/2 xícara (chá) de
pêssego, manga ou mamão + 1 xícara de chá verde.

Jantar
Opção 1: Sardinha cozida ou anchova grelhada + brócolis cozido + tomate em fatias com 1 colher (sopa) de azeite de oliva com vinagre + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Costelas de porco grelhadas ou sobrecoxa de frango sem pele + repolho cozido no vapor + salada verde + 1 colher (sopa) de azeite com 2 colheres (sopa) de vinagre + 1 xícara de chá verde.

Lanches
Opção 1: Iogurte diet (170 ml) com sabor de fruta + 1 maçã média.
Opção 2: 1 maçã ou pera média + leite fermentado (50 ml).

Ginástica: Faça igual ao ciclo anterior. Pode ser caminhada, basquete, natação.

Ciclo 3 – Conquistar

CARDÁPIO
Café da manhã
Opção 1: 1/2 xícara (chá) de ricota ou pasta de ricota + 1 torrada integral + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: 1 torrada integral + 1 ovo cozido + 1 laranja + 1 xícara de chá verde.

Almoço
Opção 1: Sanduíche de queijo – 2 fatias de queijo light + 2 fatias de tomate + 2 fatias de pão integral (leve ao forno em uma frigideira untada até o pão torrar e o queijo derreter) + 1 xícara (chá) de minicenouras ou outra hortaliça fresca e picada (alface, rúcula, agrião) + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Peito de frango grelhado e em pedaços + 2 xícaras (chá) de alface e outras hortaliças + 1 torrada integral + 1 porção de fruta fresca + 1 xícara de chá verde.

Jantar
Opção 1: Coxas de frango sem pele e assadas + legumes e verduras cozidos no vapor + 2 xícaras de folhas verdes com 2 colheres (sopa) de molho light + 1 xícara de chá verde.
Opção 2: Lombinho assado ou filé de frango grelhado + 2 xícaras (chá) de folhas verdes com 2 colheres (sopa) de molho light + 1 xícara de chá verde.

Lanches
Opção 1: 1 porção de fruta + 1 barra de granola light ou diet.
Opção 2: Leite fermentado (50 ml) ou queijo mussarela (60 g).

Ginástica: Exercite-se, ao menos, quatro horas por semana. Escolha a atividade física que lhe der mais prazer.

Ciclo 4 – Manter

Neste, a dica é alternar dias de baixo e alto consumo de calorias para manter o metabolismo acelerado. Sopas com caldo sem gordura podem ser incluídas no cardápio, além de ser indicado a prática de atividades físicas de 30 a 45 minutos todos os dias.

Sucos Funcionais – Receitas e Benefícios

A combinação de frutas, verduras e outros alimentos naturais têm ação direta sobre o organismo, ajudando a combater sintomas físicos e psicológicos, além de auxiliar na prevenção de diversas doenças. São esses os efeitos observados após a ingestão dos sucos funcionais, uma vez que quando associadas propriedades diferenciadas de diversos alimentos naturais, os resultados são extremamente satisfatórios, além de proporcionar inúmeros benefícios a saúde. Confira a receita de alguns sucos funcionais que auxiliam no funcionamento do coração, estêmago, fígado, para combater a insônia, dores de cabeça, entre outros, e lembre-se que o ideal é que os sucos sejam consumidos logo após o seu processamento.

Sucos funcionais – benefícios, receitas

Receitas de Sucos uncionais

1- Coração
Ingredientes:
- rodelas de abacaxi picado
- 1 mamão picado
- água filtrada
Modo de preparo:
Bata as frutas com água no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

2- Estômago
Ingredientes:
- 1 maçã
- 1 cenoura
- água filtrada
Modo de preparo:
Bata as frutas com água no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

3- Para dor de cabeça
Ingredientes:
- Maçã
- Salsa
- Tomate
- Água filtrada
Modo de preparo:
Bata os ingredientes no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

4- Fígado
Ingredientes:
- Laranja
- Beterraba
- Coco
- Água filtrada
Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

5- Para combater a insônia
Ingredientes:
- Cenoura
- Espinafre
- Água filtrada
Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

6 – Suco Purificador
Ingredientes:
- Abacaxi
- Laranja
- Cenoura
- Água filtrada
Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

7 – Suco Cicatrizante
Ingredientes:
- 300 ml Iogurte natural
- Frutas vermelhas (acerola e morango)
- Mel a gosto
Modo de preparo:
Misture 300 ml de iogurte natural com 200 ml de suco de morango e acerola. Sirva com gelo e adoce com mel.

8 – Suco Diurético
Ingredientes:
- 1 maçã (com casca)
- 200g Abacaxi (picado)
- 15g Gengibre
- 100 ml água filtrada
- Gelo filtrado
- Açúcar ou adoçante a gosto
Modo de preparo:
Misture os 200g de abacaxi picado com maçã e gengibre. Acrescente a água filtrada até perceber a consistência que deseja do suco. Sirva com gelo e adoçado a gosto.

9- Beleza da pele
Ingredientes:
- ½ cenoura
- 1 maçã (com casca)
- 300 ml de suco de laranja
- 20g colágeno
- Açúcar ou adoçante a gosto
Modo de preparo:
Pegue os 300 ml de suco de laranja e acrescente meia cenoura picada, uma maçã e 20g de colágeno em pó. Bater tudo no liquidificador, sirva com gelo e adoçado a gosto.

10 – Suco antienvelhecimento
Ingredientes:
- 1 pacote de suco de brotos
- 2 cenouras
- 1 folha de salsinha
- água filtrada
Modo de preparo:
Bata os ingredientes no liquidificador e adoce. Sirva gelado.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Melhores exercícios físicos para emagrecer

Mudar radicalmente o cardápio ou seguir dietas que restringem o consumo de um determinado tipo de alimento pode não ser tão eficaz para conseguir emagrecer com saúde. Além disso, quando o programa de emagrecimento não está associado a prática de exercícios físicos de forma regular, você poderá se sentir cansaço e indisposição com mais freqüência. Para a perda e manutenção de peso, o ideal é que sejam realizados 300 minutos semanais de atividade física, o que representa 60 minutos cinco vezes por semana.
Para começar, você poderá praticar atividades físicas de alta intensidade e curta duração, alternando com exercícios aeróbicos de baixa intensidade com longa duração, essa é a melhor maneira de estimular a queima de gordura corporal. É importante estar atento a adaptação do organismo, uma vez que após doze meses realizando o mesmo programa de treinamento o processo de emagrecimento diminui muito, por isso é fundamental diversificar os treinos e evoluir conforme seu organismo for se acostumando aos estímulos.



Melhores exercícios físicos para emagrecer
Para quem não gosta de ir a academia, a caminhada é uma das melhores formas de começar a praticar esporte, além de queimar calorias, a atividade estimula a musculatura por envolver um número maior de músculos e o sistema cardiorrespiratório, sem contar que pode ser feita em qualquer lugar.  Mas para quem gosta, a musculação é uma das atividades recomendadas para ajudar no emagrecimento, pois com o ganho de massa muscular, o nosso organismo gastará mais calorias para se manter.
Pois é, independente do exercício físico que vá realizar, lembre-se que a melhor maneira de emagrecer e manter a saúde, é associar a prática de atividades regulares com uma alimentação saudável. Mas, antes de iniciar um programa de exercícios físicos, procure um médico para que o mesmo avalie as condições gerais do seu organismo para saber se você está preparado para o esforço.

Alimentos que melhoram o humor

Os benefícios de um alimentação saudável vão além do emagrecimento e da prevenção de doenças. De acordo com estudos realizados em todo o mundo, diversos alimentos naturais possuem em sua composição substâncias que proporcionam uma maior sensação de bem-estar, aumentam a disposição e ajudam a acabar com a tristeza. A melhora no astral e o aparecimento das boas emoções ocorre basicamente por conta de dois aminoácidos presentes na maioria dos alimentos que serão indicados em seguida.
O triptofano e a tirosina produzem neurotransmissores que têm ligação direta com a serotonina, a dopamina e a noradrenalina, substâncias que estão relacionadas ao nosso estado de espírito. Ervilha, feijão, grão de bico, carne vermelha, peixes, ovos, leite e seus derivados, são exemplos de alimentos que contêm o triptofano, precursor da serotonina. Já as massas, os pães, a batata, os cereais integrais e o arroz são carboidratos ricos em fibras ou amido, que de forma indireta ajuda a aumentar a produção de serotonina, por isso devem ser incluídos no nosso cardápio. Por outro lado, devemos evitar os carboidratos simples, como os presentes nos doces, que provocam oscilações nos níveis de açúcar do sangue e têm um impacto negativo sobre o humor.




Óleo de milho, mariscos, cereais integrais e carnes, são ricos em cromo, mineral que eleva a ação dos receptores de serotonina. O atum, salmão, sardinha, truta, arenque, cavala e linhaça por sua vez, nos oferecem doses elevadas de ômega-3, um tipo de gordura nos faz bem, diminui a fraqueza, a fadiga e a desatenção. O brócolis, tomate, rúcula e cogumelo atuam contra a depressão graças a presença do ácido fólico em sua composição, que interage com a serotonina e a noradrenalina.
A pimenta vermelha, gengibre, linhaça, guaraná em pó, mostarda, café, vinagre de maçã e acelga, também entram na lista de alimentos que melhoram o humor, uma vez que são alimentos termogênicos, que aceleraram a queima de calorias e têm ação estimulante sob o sistema nervoso. O mesmo acontece com as amêndoas, nozes, amendoim e castanhas que contêm magnésio, cobre e selênio, cuja ação antioxidante ajuda a inibir a depressão.

Benefícios do mel




Além de auxiliar no tratamento de diversas doenças, o mel vem sendo amplamente utilizado como potencializadores do rendimento esportivo. Apesar de ter um teor elevado de calorias, principalmente quando o comparamos com o açúcar, o mel possui um custo benefício que garante mais vantagens que desvantagens para a nossa saúde. Desde muito tempo o alimento é utilizado no tratamento da gripe, asma, amigdalite e bronquite, mas graças a sua composição energética também pode ser recomendado para atletas, em quantidades pré-determinadas.
Estudos monstram que o uso do mel no lugar do açúcar pode ajudar a equilibrar os níveis de açúcar no sangue, uma vez que em uma colher de chá de açúcar há cerca de 40 calorias, enquanto que na mesma medida de mel há apenas 25 calorias, e em comparação com outros edulcorantes, o mesmo possui níveis mais elevados de antioxidantes. Além disso, o mel contém oligossacarídeos, um tipo de açúcar que alimenta o crescimento de uma bactéria que controla o intestino, melhorando assim o trato intestinal.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o mel contém cerca de setenta substâncias essenciais ao organismo, entre as quais estão: água, frutose, sacarose, glicose (carboidratos), potássio, ferro, sódio, enxofre, cobre, fósforo, zinco, selênio, cloro, cálcio, magnésio, vitaminas do complexo B, vitaminas A, E, C e alguns tipos de aminoácidos (proteínas). As combinações são ainda mais benéficas, assim podemos aproveitar a ação descongestionante, anti-inflamatória e diurética do mel com agrião e própolis; a propriedade bactericida do mel unicamente com o própolis, altamente indicada para quem tem problemas nas vias respirató
Entre as variedades mais comercializadas estão o mel de flor de eucalipto, mais escuro e com gosto forte, indicado para aliviar tosse e sintomas de resfriado, bronquite, sinusite e dor de garganta; o mel de flor de laranjeira, considerado um dos mais saborosos e indicado para acalmar, combater a insônia, regular o intestino e prevenir cãibras; e o mel de flor do campo, que é ótimo para soltar o intestino e eliminar toxinas do organismo.

Hábitos alimentares saudáveis – Dicas de alimentação



Manter hábitos alimentares saudáveis faz bem para o corpo e para a mente. Estudos mostram que além de prevenir diversas doenças comuns atualmente, alimentar-se bem e consumir alimentos naturais, evita o estresse, melhora o visual e a qualidade de vida de qualquer pessoa. Entretanto, niguém consegue modoficar radicalmente o cardápio do dia para a noite, é preciso evoluir aos poucos e esforçar-se ao máximo para acompanhar rigorosamente os novos hábitos. Siga as dicas que vamos dar agora e saiba o que fazer para mudar a sua alimentação gradualmente.
O primeiro passo é tentar determinar os horários das suas refeições e comer o suficiente em cada uma delas com alimentos variados. Pular refeições ou tentar enganar o estômago com lanches desregula o trânsito intestinal e promove uma série de desordens que culminam no ganho ou perda de peso excessivos. Incluir saladas e hortaliças no prato é essencial, pois além de serem alimentos com baixo teor de calorias, os mesmos saciam com mais rapidez e ajuda a manter o peso sob controle.
Por outro lado, a sua refeição deve manter o mínimo de gordura necessário para o nosso organismo, a dica é inserir os ácidos gordurosos na alimentação com seis a doze amêndoas num lanche, uma colher de sopa de azeite para temperar a salada, duas nozes a noite e salmão, cavala ou sardinhas duas vezes por semana. As proteínas são altamente indicadas para quem deseja se alimentar de forma mais saudável e devem ser incluídas nas refeições, pois além de promover a saciedade também acelera o metabolismo. Invista em iogurtes, queijo fresco, cubos de queijo flamengo light ou ovo cozido.
Observar os rótulos dos alimentos que consome com freqüência deve-se tornar um hábito diário, assim você saberá qual a quantidade exata de calorias e açúcar que estará consumindo e poderá eliminar com mais segurança todos os alimentos que os possuem em excesso como os refrigerantes, cereais e bolachas recheadas.

ClubeDoMeioAmbiente: Uso consciente da água (racionamento)

70% do nosso planeta é constituído por água, um elemento fundamental para a vida. Apenas 1% de todas as reservas de água do mundo encontra-se disponível para uso humano; o restante é composto por água salgada ou congelada em icebergs. Mas há grande descaso do homem com a própria fonte de sobrevivência! Mas vamos mudar esse jogo juntos, que tal?
Muitas vezes a gente nem imagina que desperdiça uma grande quantidade de água por dia. Mas seguindo essas dicas, que não atrapalham a nossa rotina, você pode ajudar a reduzir e muito o desperdício e inclusive diminuir a conta de água pela metade no fim do mês:
- Na hora de escovar os dentes, por exemplo, se a torneira ficar aberta durante toda a escovação por pelo menos 5 minutos, serão gastos 80 litros de água. Mas se só abrirmos a torneira duas vezes, quando necessário, 1 litro será suficiente;
- Quanto menos tempo debaixo do chuveiro, mais economia! Em 15 minutos de banho são utilizados 144 litros de água, mas se o banho tiver apenas 5 minutinhos esse consumo cai para 48 litros de água;
- Verifique se a descarga do vaso sanitário está regulada, ela é a grande vilã do desperdício dentro de casa. Quando desregulada ela pode consumir até 3 vezes mais que o necessário. Hoje em dia o mercado já oferece válvulas acopladas com vazões diferenciadas que possibilitam reduzir bastante o consumo em torno de 60 a 70%;
- Para lavar a louça o ideal é ensaboar toda a louça suja com a torneira desligada e após terminar, enxaguá-las de uma vez;
- Deixe as roupas de molho e use a mesma água para esfregar e ensaboar, depois de descartada você poderá usá-la para lavar o seu quintal ou a calçada;
- Se você lavar o carro com a mangueira gastará 215 litros de água. Opte pelo balde e você gastará 40 litros de água. Como solução, há também lavadoras de alta pressão, comprovadamente mais econômicas;
- Para regar o jardim, a dica é, que seja feito logo pela manhã ou no final da tarde para evitar a evaporação;
- Só ligue a máquina de lavar roupa quando estiver cheia. Uma lavadora com capacidade para 5 quilos, em operação completa, gasta, em média, 135 litros.
A escassez de água já atinge 29 países e 1, 700 bilhões de pessoas. Estima-se que em 2015 esse numero aumente para 41 países. Economizar água não é só mais hábito saudável.  Hoje, é uma grande responsabilidade com o futuro.

Brincadeiras para tirar a criançada de frente da tv ou computadores


Para tirar as crianças da frente da televisão e do computador é necessário muita criatividade para entretê-las. Além das viagens e dos passeios de final de semana, a programação precisa incluir atividades para os momentos em casa.
Muitos adultos esquecem dos tempos de pequenos e precisam de uma ajudinha para bolar recreações. Abaixo, você confere uma série de dicas para ocupar o tempo do seu filho de forma saudável e, claro, aproveitar a ocasião para também dar muitas risadas com ele.
- Gincanas: Se você tiver espaço no quintal ou no jardim, esconda objetos e vá soltando pistas para crianças encontrá-los. É como uma caça ao tesouro e vale até pensar numa recompensa no final. Na falta de um quintal espaçoso, use os cômodos da casa para a brincadeira, tomando cuidado com a mobília e com objetos que se quebram facilmente.
- Pular elástico: A brincadeira é adorada pelas meninas que passam horas trançando as pernas nas tramas dos elásticos. A diversão é tanta que, na falta de um quintal, não custa experimentar na rua, mesmo.
- Bolinhas de gude: Um campeonato com elas rende até horas de muito entretenimento.  A ideia é trombar umas nas outras ou formar casas, encaçapando as bolinhas do adversário.
- Construir instrumentos: Não precisa de muito. Com uma garrafa plástica e punhados de areia, você já consegue um chocalho. Uma tira de couro e um pedaço de madeira rendem um batuque. Depois, é só entrar no ritmo da festa.
- Faça pipas: A diversão começa na escolha dos papéis e na confecção do brinquedo. Não bastasse, ainda tem a delícia que é empinar no quintal ou num parque.
- Decore uma camiseta: Pode separar uma peça e encher com tina para tecido e purpurina, retalhos e botões. Ela pode virar o uniforme da brincadeira nas férias ou até servir como presente para alguém especial.
- Modelo argila: A brincadeira faz sujeira, mas agrada crianças de todas as idades. Dá para fazer vasos, copinhos e porta-trecos. Além de modelar, as crianças adoram pintar as criações.
- Monte um balanço: Dá para pendurar na árvore ou até mesmo num pedaço de telhado que fique à mostra. Você só precisa de um pneu velho e de um pedaço de corda reforçado para conseguir montar o brinquedo favorito das crianças nos parquinhos.
- Brincar de roda: As brincadeiras de roda ajudam a sociabilizar e desinibir as crianças, uma vez que exigem o olhar frente a frente, o toque corporal, a exposição, pois em muitas delas cada um deve se apresentar no centro da roda. Auxiliam no desenvolvimento da expressão corporal, senso rítmico e organização coletiva. São também um dos elementos importantes para a integração e o lazer infantil.
Com tantas opções de brincadeiras não há desculpas para se divertir com seus filhos e coleguinhas.

Dieta Detox – você já ouviu falar, mas sabe o que é?

O nome DETOX é uma abreviação da palavra “desintoxicação”, que promete deixar quilinhos para trás,  revitalizar a pele e melhorar  o organismo.
As dietas Detox são baseadas na ingestão de líquidos, frutas, vegetais crus e proíbe alimentos gordurosos, carne vermelha e produtos industrializados. Inicialmente o objetivo dessa dieta não é o emagrecimento, mas esse benefício  se torna uma consequência.

O método foi criado para “varrer” as toxinas do organismo, sobretudo no fígado, onde elas  mais se depositam, e no intestino que, muitas vezes, perde a sua capacidade de absorção com o acúmulo dessas substâncias.
As fibras são responsáveis por boa parte da faxina e o cardápio detox abusa (no bom sentido!) das hortaliças, frutas, castanhas e sementes. Mas o limão é o queridinho da dieta. A fruta tem uma ação alcalinizante e isso implica no funcionamento do organismo como um todo.
O suco verde é também um astro! Em geral, trata-se de um mix de couve, pepino, agrião, cenoura, maçã, inhame, hortelã e gengibre – podendo variar, é claro!

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Dicas de como lavar roupas delicadas

Roupas muito delicadas podem perder seu caimento e cor na primeira lavada, se não forem seguidos os passos para lavar, secar e passar corretamente.
Imagine o aborrecimento de não poder mais usar uma roupa, porque ficou muito feia, manchou ou desbotou depois de ser lavada.
Para evitar essas situações, aqui vão alguns conselhos que podem ser muito úteis.
• Guarde a roupa a ser lavada em cestas plásticas vazadas pelo período máximo de 3 ou 4 dias.
• Nunca coloque roupas úmidas ou molhadas junto com as outras, pois podem embolorar e manchar.
• Roupas íntimas devem ser lavadas à mão.
• Separe por tipo de tecido: olhe a etiqueta da peça que diz a forma correta de lavar e passar, além de seu encolhimento.
• Roupas de fibras sintéticas devem ser lavadas com sabão neutro para roupas delicadas.
• Fibras novas que aparecem no mercado: siga as instruções da etiqueta.
• Separe as peças por cor: brancas, de cores claras, de cor escura, etc.
• Antes de lavar, a maioria das peças precisa passar por uma pré-lavagem. Este procedimento vai facilitar a lavagem final.
E uma última dica: quando lavamos nossas roupas, com o cuidado necessário, elas durarão muito mais. Portanto, só lave se necessário. Assim você evita trabalho e desgaste da roupa desnecessário.

Como comer no self service de maneira saudável

Almoçar no self-service é a primeira opção para quem quer fazer uma refeição rápida. Fazer as refeições em casa durante a semana é quase impossível para muitos, visto que a maioria das pessoas não tem tempo hábil para voltar para casa durante o horário de trabalho e, menos ainda, para ainda chegar em casa e preparar os pratos.
Restaurantes do tipo self-service oferecem todos os grupos alimentares e todos os tipos de preparo de comida, entre grelhados, empanados e cozidos, oferecendo um leque de opções – opções estas que podem levar ao exagero e, consequentemente, a problemas de saúde.
O Clube do Lar traz dicas simples para conciliar a rotina das refeições em um restaurante self-service a uma alimentação saudável.  Com essas dicas você vai aprender a montar um prato equilibrado e manter uma dieta saudável mesmo para quem depende do self-service.
Comece montando um prato de saladas, quanto mais colorido o prato, quanto maior a diversidade de folhas, melhor.
Lembre-se que a refeição ideal deve ter muitas verduras e legumes, uma fonte de proteína (carne, ovos), uma fonte de carboidratos (arroz, massa, batata ou mandioca – e se você não for um atleta, sempre “maneire” com os carbidratos), outra porção de leguminosas (feijão, lentilha, soja e grão de bico) e uma fruta para sobremesa.
Alimentos fritos ou gordurosos devem ser evitados sempre, como, por exemplo, a pele do frango ou a gordura da carne. Outra dica para se alimentar de maneira mais saudável, menos calórica e ainda pagar menos na hora de pesar a refeição é abusar das saladas e reservar metade do espaço do prato para os legumes e as verduras.